<
>

São Paulo: organizada pede saída de Raí e dirigentes e diz que Leco não tem 'vergonha na cara'

Principal torcida organizada do São Paulo, a Independente voltou a criticar o clube após a eliminação vexatória para o Mirassol nas quartas de final do Campeonato Paulista.

"Rai (diretor de futebol), Pássaro (gerente executivo) e Chapecó (diretor adjunto) bancaram a permanência de Fernando Diniz no São Paulo Futebol Clube. Se tivéssemos um presidente com vergonha na cara, demitia os três e refundava a Barra Funda", diz a torcida, através de seu Twitter.

A diretoria do São Paulo tem sido alvo de duras críticas após a eliminação do time em pleno Morumbi para o Mirassol, que perdeu 18 jogadores durante a pandemia.

Para amenizara crise, o time retomou o período de treinamentos em Cotia, no centro de formação da base, antes do início do Campeonato Brasileiro.