<
>

São Paulo: Leco vê 13ª eliminação e desperdiça última oportunidade de ser campeão como presidente

play
Obra de arte! Dani Alves arrisca bicicleta de longe e faz pintura encobrindo goleiro no treino do São Paulo (0:06)

Camisa 10 roubou a cena nos exercícios do Tricolor nesta terça-feira - via @SaoPauloFC (0:06)

É garantido dizer que Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, terminará o mandato como presidente do São Paulo sem um título. Ele ocupa o cargo desde outubro de 2015, ao ser eleito para suceder Carlos Miguel Aidar.

O time do Morumbi jogou fora a última chance do presidente ao adicionar mais um vexame à lista recente, que não para de crescer. Em casa, o Tricolor perdeu para o Mirassol, que viu 18 jogadores saírem durante a pandemia, e deu adeus à possibilidade de ganhar o Campeonato Paulista.

Como o mandato de Leco acaba em dezembro, e todas as competições que o São Paulo ainda tem a disputar se encerram apenas em 2021 (Campeonato Brasileiro, Copa Libertadores e Copa do Brasil), o cartola jogou fora a chance de tirar o clube do jejum.

E foram várias as oportunidades. De outubro de 2015 para cá, o São Paulo de Leco foi eliminado 13 vezes em torneios como Copa do Brasil, Paulistão, Libertadores e Copa Sul-Americana. Isso sem contar a perda do título estadual de 2019 para o Corinthians, na final, e ainda campanhas irregulares no Brasileirão.

Veja abaixo as eliminações na Era Leco:

  • Copa do Brasil 2015 - semifinal (Santos)

  • Paulistão 2016 - quartas (Audax)

  • Libertadores 2016 - semifinal (Atlético Nacional)

  • Copa do Brasil 2016 - oitavas (Juventude)

  • Paulistão 2017 - semifinal (Corinthians)

  • Copa do Brasil 2017 - quarta fase (Cruzeiro)

  • Sul-Americana 2017 - primeira fase (Defensa Y Justicia)

  • Paulistão 2018 - semifinal (Corinthians)

  • Copa do Brasil 2018 - quarta fase (Athletico-PR)

  • Sul-Americana 2018 - segunda fase (Colón)

  • Libertadores 2019 - segunda fase (Talleres)

  • Copa do Brasil 2019 - oitavas (Bahia)

  • Paulistão 2020 - quartas (Mirassol)

As eleições para escolher o próximo presidente do São Paulo devem acontecer no fim do ano. Júlio Casares, ligado ao atual Conselho de Administração, é o único candidato confirmado. O oponente deve ser da disputa entre Roberto Natel e Marco Aurélio Cunha.

Quem assumir o barco terá o imenso desafio de interromper a sina de derrotas do São Paulo, que não é campeão desde a Sul-Americana de 2012. Leco teve mais de cinco anos, contratou aos montes, viu a dívida disparar e ainda assim falhou na missão. Quem se habilita?