<
>

Luiz Adriano, do Palmeiras: 'É difícil ficar só atacando, com 11 adversários dentro do gol'

Na vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre o Água Santa, neste domingo, o atacante Luiz Adriano teve a felicidade de marcar o gol do triunfo alviverde.

O jogador deixou o seu aos 41 minutos da etapa final, ao aproveitar o rebote de um pênalti cobrado por ele mesmo, e anotou seu 8º tento em 9 partidas no Allianz Parque.

O atleta comemorou o feito e parabenizou a equipe pela força para virar o confronto, reclamando também da postura defensiva do adversário.

"Foi um jogo de muita paciência. É difícil ficar só atacando, com 11 dentro do gol. A posse de bola foi só nossa. A equipe está de parabéns por ter se comportando assim, mantendo a paciência e a cabeça dentro do jogo para virar", declarou.

Com o resultado, o Verdão ultrapassou o Santo André e terminou a fase de grupos do Paulistão na liderança do grupo B.

Assim, a equipe vai disputar as quartas de final em casa, contra o próprio Ramalhão.

Luiz Adriano comentou sobre a vantagem e fez uma projeção para a partida.

"Jogar em casa é importante. Se jogássemos fora, seria um pouco mais difícil. Agora, em casa, é dar o máximo, como se fosse fora. É um jogo só ainda, sem jogo de volta. Não tem como a outra equipe ficar esperando o tempo todo, vão ter que atacar. E o fator casa é muito importante para nós", declarou.

O atacante chegou ao Palmeiras em 2019, após passagem pelo Spartak Moscou, da Rússia.

Pelo clube, marcou 13 gols em 27 jogos disputados.