<
>

Real Madrid: veja quem são e como estão as apostas do clube para o futuro

O Real Madrid conseguiu o seu 34º título do Campeonato Espanhol nesta temporada e interrompeu a sequência do Barcelona, que vinha de duas conquistas seguidas. Mas, além do titulo no presente, o clube merengue tem pensado no futuro, tendo em vista as contratações de jovens promessas que fez.

Além do trio brasileiro formado por Vinicius Jr., Rodrygo e Reinier, o ESPN.com.br listou também outros cinco jovens atletas que fazem parte do presente da equipe ou que são esperados para brilhar em um futuro próximo com a camisa branca.

Reinier – Contratado no começo deste ano junto ao Flamengo, o meia de 18 anos deixou uma boa impressão nos seus três primeiros jogos pelo Castilla, acumulando dois gols e uma assistência. Por conta da pandemia do novo coronavírus, a terceira divisão espanhola, na qual o segundo time do Real está, foi alterada, o que fez com que o brasileiro não atuasse mais. Assim, seu nome só foi notícia quanto a um possível empréstimo na próxima temporada.

Rodrygo - Depois de um início absurdo, com gol em seu primeiro toque na bola no Santiago Bernabéu e depois um hat-trick na Champions League, Rodrygo mesclou momentos de maior e menor espaço, mas fecha sua primeira temporada no clube de forma positiva e com título. Foram 19 jogos no Espanhol, 12 como titular, e tendo atuado em seis das últimas sete rodadas.

Vinicius Jr – O jogador foi de integrante do Castilla a um dos destaques da equipe principal. Mesmo com 18 anos e enfrentando um cenário desfavorável (o Real tinha acabado de perder Cristiano Ronaldo e viveu uma temporada bem abaixo do esperado), o atacante mostrou personalidade e teve um ótimo primeiro ano, apesar das críticas pelos seus erros de finalização.

Na segunda campanha, o atacante de 20 anos voltou a se destacar Os números não são expressivos, com só três gols e uma assistência no Espanhol - no total, foram cinco gols e três assistências. Porém, sua importância vai além das estatísticas, fazendo o jogo do time ter nele sempre um escape, uma alternativa de velocidade e talento individual. Em média, ele só não driblou mais do que Hazard na equipe em LaLiga e é sétimo principal no quesito entre os atletas que atuaram ao menos dez vezes na competição.

Brahim Díaz - Contratado junto ao Manchester City no começo de 2019, o meia de 20 anos fez 11 partidas no primeiro semestre, sendo titular apenas nas últimas rodadas do Campeonato Espanhol. Sem empolgar, ele perdeu espaço e disputou só dez jogos nesta campanha, sendo titular uma única vez na Copa do Rei, competição em que anotou seu gol solitário em 19-20.

Alberto Soro - Revelado pelo Zaragoza, o atacante de 21 anos foi vendido ao Real Marid por 2,5 milhões de euros no meio de 2019, mas permaneceu emprestado a sua equipe formadora nesta temporada. Ele atuou em 33 das 41 rodadas da segunda divisão (titular em 26) e soma quatro gols e cinco assistências pela equipe que irá disputar os playoffs do acesso.

Andrii Lunin - Titular do Zorya Luhansk em 2017-18, o goleiro foi vendido ao Real Madrid no meio de 2018 por 8,5 milhões de euros. Emprestado ao Leganés na temporada passada, ele atuou apenas sete vezes. Cedido ao Real Valladolid nesta campanha, o ucraniano de 21 anos disputou apenas dois jogos da Copa do Rei. Já no último semestre foi emprestado ao Real Oviedo, tendo sido titular nos últimos 19 jogos da segunda divisão. A equipe faz sua última partida na competição nesta segunda-feira.

Takefusa Kubo – Com passagem pela base do Barcelona, que acabou perdendo o jovem talento ao Real Madrid, o meia-atacante fez parte da jovem seleção japonesa que disputou a Copa América em 2019. Sem querer saber de ficar no Castilla, o atleta de 19 anos foi emprestado ao Mallorca e fez um grande Campeonato Espanhol apesar do rebaixamento de sua equipe, que terminou na vice-lanterna. Kubo atuou em 34 rodadas, sendo titular em 23, e fechou a competição com quatro gols, quatro assistências e como sétimo principal driblador.

Martin Odegaard – O meia norueguês despontou na adolescência, estreou pela seleção norueguesa aos 15 anos, em 2014, e poucos meses depois já estava no Real Madrid. Sem brilhar no começo, ele via o status de “eterna promessa” o rondar, mas acabou deslanchando. Em 2018-19, o jogador de 21 anos foi eleito para o time ideal do Campeonato Holandês defendendo o Vitesse. Na atual campanha, fez grande temporada com a Real Sociedad. O meia terminou o Espanhol como nono principal driblador da liga, sexto maior criador de chances e autor de quatro gols e seis assistências.