<
>

Giroud vai do inferno ao céu, Chelsea vence Norwich e mantém 3º lugar na Premier League

De possível vilão a grande herói. Assim foi a partida de Olivier Giroud nesta terça-feira.

O atacante do Chelsea desperdiçou duas oportunidades incríveis, mas acabou sendo decisivo e marcando o único gol da vitória por 1 a 0 sobre o Norwich, pela 36ª rodada da Premier League, no Stamford Bridge.

O resultado é fundamental para o Chelsea, que mantém a 3ª colocação com 63 pontos, 4 a mais que Leicester e Manchester United, que ainda jogam na rodada, e abre vantagem na briga por uma vaga para a próxima Champions League.

O Norwich segue na última colocação e já está rebaixado para a Championship de 2020/2021.

O jogo teve o Chelsea indo para cima desde o começo e resolvendo tudo na primeira etapa. Em 45 minutos, Giroud perdeu dois gols incríveis e aproveitou assistência perfeita de Pulisic para fazer o da vitória.


Ficha técnica

Chelsea 1 x 0 Norwich

GOLS: Giroud (CHE)

CHELSEA: Kepa, Azpilicueta, Rudiger, Zouma e Alonso; Jorginho, Kovacic e Loftus-Cheek; Willian, Giroud e Pulisic; Técnico: Frank Lampard

NORWICH: Krul, Aarons, Godfrey, Klose e Lewis; Tettey, Cantwell, Rupp, McLean e Hernández; Drmic; Técnico: Daniel Farke


Estatísticas

Giroud fez 5 gols nos primeiros 46 jogos de Premier League pelo Chelsea; nos últimos 10 jogos, balançou as redes 6 vezes

Pulisic registrou sua primeira assistência na Premier League desde 6 de outubro de 2019

Foi a assistência de Pulisic na temporada, sendo que 2 vieram contra o Norwich

Pulisic esteve envolvido diretamente em 11 gols na Premier - 8 gols e 3 assistências -, sua maior marca na carreira


Giroud, do inferno ao céu

O primeiro tempo levou Giroud do inferno ao céu. O atacante francês era apontado como o grande "vilão" do Chelsea na primeira etapa até os 47 minutos, quando conseguiu fazer o gol que inaugurou o placar.

Antes de balançar as redes, o centroavante havia tido duas grandes chances de gols e protagonizado dois lances vergonhosos. No primeiro, bateu de canela e perdeu o gol.

No segundo, uma furada de cinema.

Aos 47 minutos, porém, um cruzamento milimétrico de Pulisic encontrou Giroud dentro da pequena área e o francês cabeceou para o fundo da rede, colocando os Blues na liderança.


Ritmo cai bastante

No segundo tempo, o ritmo da partida, naturalmente, caiu. Já rebaixado, o Norwich não demonstrava muito interesse na partida e pouco fazia.

O Chelsea, do outro lado, tentava fazer o segundo gol e matar a partida, mas esbarrava em sua limitação física por conta da maratona de jogos.

A única grande chance da segunda etapa veio em infiltração de Marcos Alonso, que apareceu livre na área para cabecear e Tim Krul fez lindo defesa à queima-roupa.


Próximos jogos

  • Domingo, 19/7, 14h*, Manchester United x Chelsea

  • Sábado, 18/7, 13h30*, Norwich x Burnley

*horário de Brasília