<
>

Barcelona: Bartomeu 'garante' Messi, descarta saída de Setién e explica negociação com Lautaro

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, concedeu uma entrevista à TV3, da Espanha, e falou de muitos assuntos, entre eles a "certeza" de que Lionel Messi renovará contrato com o clube, o desejo de manter Quique Setién no comando para a próxima temporada e em que pé anda a negociação para a contratação do atacante argentino Lautaro Martinez, da Inter de Milão.

Messi tem acordo até junho de 2021 e estaria, segundo a rádio Cadena SER, propenso a deixar o clube por conta de problemas internos. Já Lautaro é um dos alvos do Barça, que vê o argentino como principal nome para reforçar o elenco. Sobre técnico, Setién tem vínculo por mais dois anos, até junho de 2022, enquanto Xavi acaba de renovar com o Al-Sadd.

Além disso, Bartomeu falou do desejo de ver Xavi um dia como técnico do Barça e também revelou que o clube tem negociações adiantadas com empresas interessadas em comprar os "naming rights" do Camp Nou.

Veja abaixo as declarações do cartola sobre cada assunto:

Messi fica?

"Já falamos sobre sua renovação e vamos continuar falando. Ele sempre disse que gostaria de encerrar a carreira no Barcelona e estou convencido de que assim será. Ele com certeza vai renovar e se preparar para competir por quanto tempo quiser".

Setién ameaçado?

"Quique Setién será o treinador nas últimas duas rodadas da liga e também na Champions League, que tem um formato diferente e por isso nos deixa a quatro jogos de um possível título. Mas temos que ficar atentos. Antes de pensar em Lisboa, precisamos eliminar o Napoli".

"A vontade é que seja o treinador da temporada que vem, nossa intenção é cumprir os contratos".

Xavi está na mira?

"Xavi será técnico do Barcelona porque ele deseja ser. É muito preparado. Mas é preciso dar tempo ao tempo. Agora não estamos procurando um treinador. Estamos focados na reta final do campeonato e na Champions League".

Lautaro será contratado?

"Nós falamos sobre Lautaro com a Inter há algumas semanas, mas agora este assunto está parado. Não estamos mais falando disso. Temos que terminar a liga e a Champions para depois ver qual a nossa prioridade. É tempo de fazer uma avaliação de como a crise tem afetado o clube. Não é um mercado para se fazer grandes investimento".

Naming rights do Camp Nou

"Estamos terminando de negociar com duas empresas multinacionais, que estão baseadas na Catalunha. Devemos ter orgulho, porque o dinheiro que eles aportaram no clube será usado, nos dois primeiros anos, para um fundo de pesquisas contra o coronavírus".