<
>

LaLiga: Atlético de Madrid tem dois gols anulados e um jogador a menos, mas bate Betis e garante vaga na Champions

Uma vaga na Champions League via LaLiga é do Atlético de Madrid. Depois de muita luta, o time de Simeone venceu o Betis por 1 a 0 na 36ª rodada do Espanhol, jogando no Wanda Metropolitano, neste sábado (11).

O herói da noite foi Diego Costa, que saiu do banco para dar a vitória aos Colchoneros já na reta final da partida. O triunfo foi ainda mais especial pelas circunstâncias: foram dois gols anulados do Atlético no primeiro tempo e um jogador expulso já na segunda etapa, quando o placar ainda estava em branco.

A vaga garantida vem aos 66 pontos dos Colchoneros. A vitória também dá certa segurança na terceira colocação, já que o Sevilla ainda pode empatar novamente em ontos, mas precisa aplicar goleada para tomar o lugar.

O Betis está na metade de baixo da tabela, com 41 pontos, mas a nove da zona de rebaixamento, com certa tranquilidade a duas rodadas (ou três para alguns adverários) do encerramento da liga.

Ficha técnica

Atlético de Madrid 1 x 0 Real Betis

GOLS: Diego Costa (ATM).

ATLÉTICO DE MADRID: Oblak; Renan Lodi, Hermoso, Savic, Trippier; Koke, Saúl (Vitolo), Partey, Correa; Morata (Diego Costa), Llorente (Carrasco). Técnico: Diego Simeone.

REAL BETIS: Martín; Moreno (Tello), Sidnei, Bartra, Barragán (Emerson); William Carvalho (Joaquín), Rodríguez; Guardado (Pedraza), Fekir, Canales; Moron (Iglesias). Técnico: Alexis Trujillo.

Estatísticas

  • Joaquín Sánchez, do Betis, empatou com Raúl González entre os com mais jogos por LaLiga, já são 550. O único com mais é Andoni Zubizarreta, com 622

  • Já são 16 partidas sem perder do Atlético (contando todas competições)

  • Diego Costa tem 5 gols na temporada do Espanhol

  • A posse de bola foi maior para os visitantes: 62%

  • O aproveitamento na finalizações do Betis foi péssimo: de 21 finalizações, 3 foram no alvo

  • No lado Colchonero, foram 9 chutes, 4 no gol


VAR, o vilão dos Colchoneros

O Atlético anotou dois gols na primeira etapa, mas ambos foram cancelados após revisão do VAR.

O argentino Ángel Correa foi o responsável por abrir o placar aos 21 minutos, mas o árbitro de vídeo pegou toque na mão de Llorente e anulou o gol. Além disso, também houve impedimento no mesmo lance.

Outro gol foi tirado de conta pouco mais de dez minutos depois. Morata recebeu em profundidade, milímetros à frente do zagueiro, e mandou cavadinha de muita classe naquilo que seria um golaço.


Gol vem do banco, com um a menos

A melhor chance do Betis no jogo veio logo no começo da segunda etapa, aos 6 minuntos. Loren Moron, no meio de três defensores, deu sorte no bate-rebate e saiu cara a cara com Oblak, mas engrossou e mandou cavadinha longe da meta.

As coisas ficaram mais difíceis para os Colchoneros quando Hermoso perdeu a linha e deu carrinho por trás em Moron após ser driblado, indo para o vestiário aos 13 minutos. À partir deste momento, Simeone recuou o time e o Betis passou a pressionar muito.

Mas Diego Costa, que começou no banco, não se preocupou com a situação, e marcou o gol da vitória, de ombro, a 15 minutos do apito final. O brasileiro naturalizado espanhol ainda ficou revoltado com a revisão do VAR, que investigava possível toque no seu braço, mas o lance foi normal.


Classificação

  • Atlético de Madrid: 3º lugar, com 66 pontos

  • Real Betis: 13º lugar, com 41 pontos


Próximos jogos

Ambas as equipes voltam a campo por LaLiga no mesmo dia e horário.

  • Quinta-feira, 16/07, 16h00*, Getafe x Atlético de Madrid

  • Quinta-feira, 16/07, 16h00*, Real Betis x Alavés

*horário de Brasília