<
>

Barcelona: Griezmann iguala Neymar em gols na primeira temporada pelo clube e agora tenta superar 'sombra'

play
Recado para Messi e Camp Nou cheio: Neymar foi apresentado no Barcelona há exatos sete anos (4:34)

Brasileiro falou como jogador do Barça em 3 de junho de 2013 (4:34)

Antoine Griezmann ainda não convenceu por completo no Barcelona. É alvo constante de críticas de imprensa, sofre desconfiança da torcida e por vezes fica no banco de reservas. Mas em uma coisa o francês já pode dizer que se igualou àquele que é sonho constante do clube a cada janela de transferências: Neymar.

Com o gol marcado no domingo, contra o Villarreal, o atacante francês chegou a 15 em 44 partidas na sua temporada de estreia no Camp Nou. É exatamente a mesma soma que Neymar teve em seu primeiro ano pelo Barça, após 41 jogos. O brasileiro, porém, tem uma média melhor: 0,36 contra 0,34.

Outra "vantagem" de Neymar é ter alcançado tal marca em sua estreia nos gramados europeus, recém-contratado do Santos e com 21 para 22 anos. Na temporada 2013-14, o craque brasileiro foi o principal reforço do Barcelona, então dirigido por Tata Martino, e demorou para mostrar seu potencial.

play
4:34

Recado para Messi e Camp Nou cheio: Neymar foi apresentado no Barcelona há exatos sete anos

Brasileiro falou como jogador do Barça em 3 de junho de 2013

Griezmann, por sua vez, custou 120 milhões de euros aos cofres do clube, que comprou uma briga para tirá-lo do Atlético de Madrid com o pagamento da multa rescisória. O francês, campeão do mundo pela seleção em 2018, alternou bons e maus momentos na primeira experiência ao lado de Lionel Messi.

Mas ainda há a possibilidade de melhorar os próprios números. Se a temporada de Neymar ficou no passado, Griezmann tem a reta final de LaLiga, com mais cinco rodadas pela frente, e também a Champions League, em que o Barça disputa a partida de volta contra o Napoli, pelas oitavas de final.

Provavelmente com o camisa 17 entre os titulares, o Barcelona enfrenta o Espanyol nesta quarta-feira, às 17h, no clássico da capital da Catalunha. A equipe de Messi, Griezmann e Suárez está quatro pontos atrás do líder Real Madrid e não pode tropeçar, se não corre o risco de ver o rival campeão já no sábado.