<
>

Léo Santos conta como paralisação o ajudou após 300 dias sem treinar no Corinthians

O zagueiro Léo Santos passou 309 dias sem treinar com o restante do grupo do Corinthians. O defensor teve uma fratura grave no joelho direito em agosto de 2019 e só conseguiu voltar aos treinamentos do Timão nesta semana.

Em entrevista à TV Corinthians nesta terça-feira, o jovem de 21 anos contou que, por conta da paralisação dos campeonatos, teve mais tempo para se recuperar e retomar as atividades com o resto do elenco.

“Quando eu estava próximo da minha volta teve a pandemia, esse momento triste para todo mundo. Mas a gente tem que sempre olhar o lado bom e o lado ruim. Para mim foi bom porque tive mais de três meses para me preparar normal para que na volta já pudesse treinar com o restante do grupo normalmente”, contou.

“O clube, a parte médica, os fisioterapeutas, me deram todo o respaldo. Colocaram um fisioterapeuta, o Caio, para trabalhar todos os dias comigo durante a pandemia, indo no CT, indo na clínica do Dr. Joaquim Grava. E foi muito bom, consegui evoluir. Esta foi minha primeira semana de treino com o grupo. É muito bom voltar a essa convivência com o pessoal, dar risada”, seguiu.

Formado nas categorias de base do Timão, Léo Santos soma 35 jogos pelo Timão, com um gol marcado.