<
>

Palmeiras, agora, pode ceder Dudu ao Al Duhail por empréstimo e só vender após um ano; veja detalhes

A arrastada negociação entre Palmeiras e Al Duhail, do Catar, pela contratação do atacante Dudu ganhou um novo capítulo neste domingo. Se antes as conversas caminhavam para uma venda em definitivo, o cenário atual sugere a possibilidade de um empréstimo.

A informação foi divulgada inicialmente pelo canal Esporte Interativo e confirmada pela ESPN.

Segundo apurou a ESPN, o clube do Catar não estaria disposto a arcar com os 13 milhões de euros (R$ 76,8 milhões na cotação atual) imediatamente, o que travou as conversas, e ofereceu um pagamento parcelado, condição que o Palmeiras não aceita. Chegou-se, então, a um novo modelo de negócio.

Para ter Dudu por uma temporada, o Al Duhail pagaria 7 milhões de euros (R$ 41,3 milhões) à equipe brasileira. Depois, caso queira manter o atacante definitivamente em seu elenco, o clube se prontificaria, em contrato, a pagar mais 6 milhões de euros (R$ 35,4 milhões), totalizando os 13 milhões inicialmente combinados.

Vale lembrar que, em caso de negociação definitiva, o Palmeiras ainda manteria 20% de uma venda futura do jogador.

Se não exercer a cláusula de compra prevista em contrato, o Al Duhail liberaria Dudu para retornar ao Palmeiras depois de um ano, ou seja, em julho de 2021. As conversas têm evoluído neste sentido, e a expectativa é que esta proposta chegue aos dirigentes palmeirenses até terça-feira desta semana.

O desfecho positivo da negociação interessa às três partes. Em reunião na sexta-feira passada, Dudu deixou claro à diretoria alviverde que gostaria de sair de qualquer maneira, nem que seja emprestado. O atacante vive problemas pessoais com a ex-esposa, que o acusa de agressão, e esta seria uma das razões para deixar o país.

O Palmeiras, mesmo sabendo que perderá o principal jogador do seu elenco, não quer manter Dudu no Brasil insatisfeito. Por isso, aceitou negociar com o Al Duhail, desde que as condições desejadas pelo clube fossem respeitadas. O empréstimo, financeiramente falando, ajudaria a economizar o salário do atacante, disparado o maior do elenco.

Dudu está no Palmeiras desde 2015, quando foi contratado em definitivo do Dínamo de Kiev, da Ucrânia. Em seis temporadas, o atacante conquistou os títulos da Copa do Brasil de 2015 e do Campeonato Brasileiro de 2016 e 2018.