<
>

Bayern aproveita falha grotesca de goleiro, vence Leverkusen com tranquilidade e conquista 20ª Copa da Alemanha

Duas dezenas!

Essa é a quantidade de títulos que o Bayern de Munique tem da Copa da Alemanha. Neste sábado, a equipe venceu o Bayer Leverkusen por 4 a 2 na final e levantou o troféu pela 20ª vez em sua história.

Alaba abriu o placar em cobrança de falta ensaiada, Gnabry aumentou e, já no segundo tempo, Lewandowksi aproveitou uma falha clamorosa de Hradecky para ampliar.

Sven Bender descontou para o Leverkusen, de cabeça.

Com o resultado, a equipe bávara conquistou a Copa da Alemanha pela 20ª vez em sua história, aumentando ainda mais a distância para o Werder Bremen, segundo maior vencedor com 6 conquistas.

Ficha técnica

Bayern de Munique 4 x 2 Bayer Leverkusen

GOLS: Alaba, Gnabry e Lewandowski 2x (BAY); Sven Bender e Havertz (LEV);

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Pavard, Boateng, Alaba e Davies; Kimmich, Goretzka, Gnabry, Muller e Coman; Lewandowski; Técnico: Hansi Flick

BAYER LEVERKUSEN: Hradecky, Lars Bender, Sven Bender, Tapsoba e Wendell; Aránguiz, Baumgartlinger, Diaby, Amiri e Bailey; Havertz; Técnico: Peter Bosz

Estatísticas

O Bayern de Munique venceu a Copa da Alemanha pela 20ª vez

O segundo maior vencedor é o Werder Bremen com 6 conquistas, 14 a menos que o Bayern

Os 2 gols de Alaba na temporada foram de faltas diretas

Gnabry é o jogador do Bayern a alcançar 20 gols na temporada; o outro é Lewandowski que tem 50

Lewa também chegou aos 5 gols na Copa da Alemanha, artilheiro isolado da competição

Lewa foi artilheiro da Copa da Alemanha pela vez na carreira, um recorde histórico


Bayern abre boa vantagem

O primeiro tempo foi tranquilo para o Bayern de Munique. Logo aos 16 minutos, Lewa sofreu falta na entrada da área. O camisa 9 e Alaba "ensaiaram" uma reclamação para distrair a barreira adversária e o defensor mostrou muita inteligência para cobrar no ângulo de Hradecky para abrir o placar.

O segundo gol veio após ótima roubada de Kimmich no campo de ataque. O volante retomou a bola e soltou rápido para Coman, que entrou na área e bateu cruzado para fazer 2 a 0.


Frango histórico de Hradecky!

A tranquilidade se manteve na segunda etapa e o Bayern sequer precisou aumentar o ritmo para fazer 3 a 0.

Um chute despretensioso de Lewandowksi, de muito longe, acabou em uma falha grotesca de Hradecky, que espalmou para dentro.

Quase que no minuto seguinte, o Leverkusen ameaçou reagir com Sven Bender aparecendo na área para cabecear e diminuindo para 3 a 1, mas a reação parou por aí.

Já na reta final, Lewa deixou sua marca mais uma vez após assistência de Perisic, com uma bela cavadinha por cima do goleiro finlandês

Aos 47 minutos da segunda etapa, o Leverkusen descontou de pênalti, com Havertz

O jogo ainda teve um lance incrível de Kevin Volland, que recebeu a bola completamente livre na marca do pênalti, mas deu uma furada vergonhosa e perdeu uma grande chance.