<
>

Flamengo pode ter cinco títulos com Jorge Jesus em 229 dias, o mesmo que nos dez anos anteriores

play
Jorge Jesus: 'Se está ganhando por 2, tem que ganhar por 3; se está por 3, tem que ganhar por 4' (0:57)

Técnico do Flamengo elogiou a atuação da equipe, mas lamentou o fato que o placar poderia ter sido mais elástico (0:57)

Que a passagem de Jorge Jesus pelo Flamengo é histórica, ninguém discute. Mas ela fica mais impactante quando os feitos rubro-negros com e sem o Mister são comparados. Afinal, sob a direção do português, o clube pode conquistar, em menos de um ano, o mesmo número de títulos que demorou uma década para conseguir.

Classificado às semifinais da Taça Rio, o Flamengo está a dois jogos de faturar o segundo turno do Campeonato Carioca. Se passar pelo Volta Redonda, domingo, às 16h, no Maracanã, e depois por Botafogo ou Fluminense, na quarta, 8 de julho, o clube garante, por antecipação, o título estadual, já que venceu também a Taça Guanabara, antes da pandemia.

A conquista do Carioca seria o quinto título oficial de Jesus no comando do Flamengo no prazo de 229 dias. Desde 23 de novembro, quando ergueram a Copa Libertadores contra o River Plate, com dois gols nos minutos finais, o Mister e seu elenco estrelado comemoraram ainda Campeonato Brasileiro, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana.

Nos dez anos anteriores à chegada de Jesus, o clube ganhou uma Copa do Brasil, em 2013, e quatro estaduais (2011, 2014, 2017 e 2019, sendo o primeiro e o terceiro de forma invicta).

A maior conquista da era pré-Jesus foi o Brasileirão de 2009, quando o time liderado por Adriano e Petkovic arrancou no segundo turno e ficou com a taça, desbancando Palmeiras, São Paulo e Internacional.

E pensar que a coleção de títulos de Jorge Jesus pode aumentar ainda mais nos próximos meses, já que a atual temporada reserva outras várias oportunidades ao rubro-negro.

Até o fim do contrato de Jesus, em junho de 2021, o Flamengo jogará, se o calendário for cumprido à risca, pelo menos mais quatro competições: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Libertadores e de novo o Carioca. Ainda existe a chance de disputar também o Mundial de Clubes, a Supercopa do Brasil e a Recopa Sul-Americana.