<
>

Ibra, Cavani, dois brasileiros... A seleção que já valeu R$ 2,7 bilhões e hoje pode ser do seu time de graça

Fim de temporada, fim de contratos. O dia 30 de junho normalmente marca o encerramento de uma campanha no futebol europeu e representa a data final de diferentes vínculos de atletas com clube.

Porém, como se trata de um ano atípico no futebol, alguns contratos foram estendidos por algumas semanas a mais, tendo em vista o impacto da pandemia do coronavírus no futebol.

Abaixo, confira um time de jogadores que ficam sem clube a partir desta quarta-feira, como o caso de Mario Götze e Edinson Cavani, ou dentro de algumas semanas, com o fim de todas as competições, como é o caso de Thiago Silva e David Silva.

Todos os valores são do site Transfermarkt, sendo que a quantia levada em consideração foi a mais que envolveu o nome de cada atleta, sendo o seu valor de mercado ou o valor que movimentou em alguma transferência.

A equipe, montada em um 4-3-3, combinou para 452 milhões de euros (R$ 2,766 bilhões na cotação atual). O nome mais caro é o de Zlatan Ibrahimovic, que foi vendido da Inter de Milão ao Barcelona por 69,5 milhões de euros em 2009.

Veja como ficou a equipe:

Joe Hart - chegou a estar avaliado em 24 milhões de euros em 2013

Nathaniel Clyne - chegou a estar avaliado em 21 milhões de euros em 2017

Ezequiel Garay - vendido do Zenit ao Valencia por 24 milhões de euros em 2016

Thiago Silva - vendido do Milan ao Paris Saint-Germain por 42 milhões de euros em 2012

Jan Vertonghen - chegou a estar avaliado em 32 milhões de euros em 2018

Lucas Biglia - chegou a estar avaliado em 20 milhões de euros em 2017

David Silva - chegou a estar avaliado em 50 milhões de euros em 2012

Mario Götze - chegou a estar avaliado em 55 milhões de euros em 2014

Willian - chegou a estar avaliado em 50 milhões de euros em 2018

Zlatan Ibrahimovic - vendido da Inter de Milão ao Barcelona por 69,5 milhões de euros em 2009

Edinson Cavani - vendido do Napoli ao PSG por 64,5 milhões de euros em 2013