<
>

Porto aproveita novo tropeço do Benfica, bate Paços de Ferreira e abre 6 pontos na liderança do Português

Já está ficando difícil tirar o título da temporada do Português das mãos do Porto! O clube visitou o Paços de Ferreira nesta segunda-feira (29) e venceu por 1 a 0, em jogo válido pela 29ª rodada. Como o Benfica foi derrotado pelo Maritimo mais cedo, os Dragões abriram 6 pontos de diferença na liderança da tabela.

Há cinco rodadas do encerramento do campeonato, o Porto tem 60 pontos. Na metade de baixo da tabela, o Paços de Ferreira perdeu outra posição (para o Marítimo), agora na 13ª, com 31 pontos.

A partida começou como o esperado. O líder partiu para cima do time da casa e não demorou para tirar o zero do placar. Aos 7 minutos, Tiquinho Soares cobrou escanteio, o goleiro Ricardo Ribeiro saiu mal e deixou sobra para o zagueiro do Porto Mbemba encher o pé e fazer 1 a 0.

O cenário não mudou tanto após o gol, de forma que o primeiro tempo foi morno, sem muitas oportunidades para ambos os lados.

Mas Pepa, treinador do Paços, deve ter dado um belo discurso no vestiário, pois seu time voltou renovado. Logo aos 4 minutos da segunda etapa, o brasileiro Luiz Carlos teve a melhor chance do seu time até então, quando cabeceou e a bola tirou tinta da trave de Marchesin.

Pouco depois, um cruzamento na área resultou em desvio da defesa do Porto, e os locais reclamaram muito de mão (com direito a dirigente do Paços expulso), mas o VAR avaliou o lance e o jogo seguiu.

A pressão seguiu, de forma que a posse de bola chegou quase a 70% para o Paços no meio da segunda etapa.

Marchesin, goleiro do Porto, merece destaque, tendo feito grandes defesas na reta final de jogo, assim como toda a linha defensiva do time, que soube segurar a pressão.

Ficha técnica

Paços de Ferreira 0 x 1 Porto

GOLS: Chancel Mbemba (POR).

PAÇOS DE FERREIRA: Ricardo Ribeiro; Reabciuk, Maracás, Marcelo, Jorge Silva; Hélder Ferreira (Castanheira), Luiz Carlos (Denílson), Eustáquio, Amaral (Uilton); Douglas Tanque (Diaby), Pedrinho. Técnico: Pepa.

PORTO: Marchesin; Alex Telles, Pepe, Mbemba, Manafá; Corona (Fábio Vieira), Uribe (Vítor Ferreira), Danilo Pereira, Otávio (Loum); Marega, Tiquinho Soares. Técnico: Sérgio Conceição.


Estatísticas

  • A posse de bola foi um pouco maior para o time derrotado: 52%

  • Superioridade também nas finalizações: 10 (3 certas) para o Paços x 5 (3) para o Porto

  • Dos 46 jogos disputados entre as equipes, o Porto venceu 35, contra apenas 4 vitórias do Paços - além de 7 empates

  • O massacre histórico também aparece nos gols: 90 para o Porto, 22 para o Paços


Classificação

  • Paços de Ferreira: 13ª posição, com 31 pontos.

  • Porto: 1ª posição, com 70 pontos.


Agenda

Os clubes voltam a atuar já em julho, pelo Português:

  • Sábado, 04/07, 12h*, Vitória de Setúbal x Paços de Ferreira

  • Domingo, 05/07, 16h30*, Porto x Belenenses

*horário de Brasília