<
>

Pjanic, reforço do Barcelona, é fã de Zidane e já se declarou torcedor do Real Madrid: 'Quero um dia jogar lá'

Miralem Pjanic mal foi anunciado como reforço do Barcelona, em negociação que também levou o brasileiro Arthur para a Juventus, e já está em meio a uma "polêmica" sobre uma declaração dada no passado.

Em 2009, quando, aos 19 anos, ainda dava os primeiros passos na carreira com a camisa do Lyon, o meia bósnio revelou sua paixão pelo Real Madrid. Pjanic falou da admiração por Zinedine Zidane, hoje treinador do time merengue, e do sonho de um dia jogar pelo clube.

"Acompanho o Real Madrid desde a época de Zidane e Ronaldo, adorava vê-los jogar. Desde aquela época é meu clube preferido e para sempre será. Quero um dia jogar lá, por que não? Vou trabalhar para isso. O Lyon tem muitas coisas boas, mas, se tudo correr bem, jogarei no Real algum dia", disse Pjanic, em 2009, ao site francês Casinoweb.

As declarações foram republicadas nesta segunda-feira por jornais da Espanha, em especial de Madri. Agora anunciado pelo Barcelona, Pjanic certamente será questionado sobre o assunto assim que desembarcar no país e for apresentado no Camp Nou.

Para fechar com Pjanic, o Barça pagará à Juventus um valor fixo de 60 milhões de euros (R$ 366,9 milhões na cotação atual) e mais 5 milhões de euros (R$ 30,57 milhões) em variáveis. Será o quinto clube da carreira do bósnio, que também já atuou por Metz, Lyon e Roma.

O curioso é que o valor pago pelo Barcelona foi o mesmo que a Juventus recusou há dois anos, na janela de verão de 2018. De quem? Do próprio Real Madrid, time de infância do meio-campista. Ele agora realizará o sonho de atuar no Bernabéu, mas como adversário.