<
>

Palmeiras aguarda apenas chegada de documento oficial; Dudu e clube veem a transferência com bons olhos

O Palmeiras tem o 'dia d' para selar a venda do meia-atacante Dudu ao Al-Duhail, do Catar.

Conforme antecipado pelo Globoesporte.com e confirmado pelas reportagens do FOXSports.com.br e ESPN.com.br, a diretoria do Verdão sabe dos detalhes da oferta, que gira em torno de R$ 92 milhões.

Neste sábado, o Palmeiras aguarda apenas a chegada do documento oficial para encaminhar a venda do atacante. Outro fator que ainda ajuda na negociação é o fato do atacante ver com bons olhos um adeus ao Palmeiras.

No início da semana, o atacante foi acusado por Mallu Ohanna, primeira esposa do camisa 7, de uma nova agressão.

O FOXSports.com.br apurou com fontes ligadas ao Palmeiras que o clube não está nada satisfeito com o ocorrido e, mesmo que as agressões não tenham sido confirmadas, o Palmeiras e o próprio atacante veem como 'algo bom para os dois lados' um adeus de Dudu ao clube neste momento.

Dudu tem contrato com o Palmeiras até o final de 2023 e uma multa rescisória de 60 milhões de euros. O valor da oferta do Al-Duhail é de 15 milhões de euros, algo em torno de R$ 95 milhões. Em contato com o FOXSports.com.br, Andre Cury, agente do atleta, disse que não tinha conhecimento da oferta.

Porém, a reportagem do ESPN.com.br e do FOXSports.com.br apuraram com fontes ligadas ao atleta e ao clube que a negociação está praticamente encaminhada e existe apenas um aguardo com relação à documentação oficial. Dudu recebeu propostas nos últimos anos para deixar o clube. Em 2017, o Besikitas, da Turquia, tentou contratar o atacante.

No mesmo ano, o Changchun Yatai, da China, fez uma oferta na casa dos R$ 50 milhões. Em 2018, o time da vez foi o Shandong Luneng. Os chineses, que já tiveram Vágner Love, Júnior Urso e hoje contam com Róger Guedes no elenco, fizeram duas propostas: uma de R$ 55,2 milhões e outra de R$ 67,3 milhões. Ambas foram recusadas.