<
>

Palmeiras: Luxemburgo critica planejamento da CBF para iniciar Brasileirão em agosto

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras, comentou a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de iniciar o Campeonato Brasileiro no dia 9 de agosto.

“Não queremos vantagem. Queremos a possibilidade de ter 30 dias para ter uma base física. Já no início da pandemia, minha preocupação é com o ser humano. O futebol não tinha de voltar [antes do tempo], era questão de vida. Não tinha de voltar antes do prazo. Minha preocupação é de os atletas terem uma lesão grave”, disse o treinador ao UOL Esporte.

Um dia após receber alto do hospital, onde passou por cirurgia na vesícula, Luxa ressaltou a necessidade de cuidado especial com os atletas nesse período de retorno.

"Tenho a minha consciência. Falei com o Galiotte, que pediu para respeitarmos a quarentena. E até nas minhas entrevistas, sempre falei neste sentido de respeitar. A minha preocupação é de uma lesão de um atleta de grau 1 e ele vai ficar 60 dias parado. Você tem a pontuação também. Vamos ter jogos em sequência e parar tirar 11 pontos, você precisa de quatro jogos”, afirmou.

A primeira divisão do Campeonato Brasileiro teria os primeiros jogos no domingo, dia 9. Já a Série B do Brasileiro começaria um dia antes, no sábado, 8 de agosto. As competição seriam por pontos corridos, mantendo, assim, as 38 rodadas, sendo encerradas apenas em 2021.

Segundo nota oficial da CBF, as datas foram sugeridas pelo presidente da entidade, Rogério Caboclo, e os clubes aceitaram. No entanto, o cronograma será seguido somente com o aval das autoridades de saúde, dependendo da evolução da pandemia do coronavírus no Brasil.