<
>

Thiago Silva não aceitou bem decisão do PSG, mas ainda pensa em ser campeão da Champions, diz TV

Thiago Silva irá deixar o Paris Saint-Germain ao final da temporada. A decisão, “muito difícil”, foi confirmada pelo diretor esportivo brasileiro Leonardo, em entrevista ao jornal francês Le Journal du Dimanche. Agora, o clube tenta contar com ele até final da Champions League.

O contrato do brasileiro, assim como o Edinson Cavani, Layvin Kurzawa e Thomas Meunier, se encerram em 30 de junho. Em meio ao cenário da pandemia, a conclusão da Champions ainda não tem data confirmada, mas certamente será após o término dos vínculos.

“A Champions League ainda está no horizonte. A ideia é continuar contando com eles (Thiago Silva e Cavani) até o final de agosto. Mas como isso pode ser feito (legalmente) ainda não está claro”, disse Leonardo na entrevista.

Já nesta terça-feira, a emissora de televisão RMC Sport falou a respeito do posicionamento do jogador. De acordo com o veículo, o atleta de 35 anos não aceitou bem a decisão, tendo ficado "decepcionado e triste", citando o entorno do zagueiro.

Apesar da frustração, Thiago Silva estaria focado na busca pelo título da Champions League. Antes da paralisação do futebol, o time parisiense havia conseguido a classificação às quartas de final. A RMC Sport, citando uma pessoa próxima ao brasileiro, diz que “nós o sentimos com raiva, mas também com o desejo de vencer".

Para o futuro, o jornal inglês The Sun colocou Arsenal, Everton e Tottenham como interessados no defensor. A prioridade dele, segundo informou a ESPN, seria voltar à Itália, onde se destacou pelo Milan.