<
>

Ele já foi do Corinthians, passou por 5 países e entrou no top 10 de artilheiros de clube português

O domingo foi marcante para Douglas Willian da Silva Souza. O brasileiro, conhecido no meio do futebol como Douglas Tanque, entrou para a história do Paços de Ferreira, tradicional clube da primeira divisão de Portugal.

Com um gol, o atacante ajudou o time a vencer o Rio Ave, pela 25ª rodada da liga local, e colocou seu nome em uma seleta lista: a de artilheiros do time fundado há 70 anos.

Tanque agora tem 21 gols pelo Paços, o suficiente para entrar no top 10 entre os que mais balançaram as redes com esta camisa. São 15 a menos que Bruno Moreira, português que lidera a relação.

"Fico feliz por poder, em tão pouco tempo, já estar entre os principais artilheiros da história do clube. É legal deixarmos marcas. Quem sabe não subo bem mais nessa lista?", disse o jogador de 26 anos, jovem, mas com muita experiência no mundo da bola.

Douglas Tanque começou a carreira na base do Guarani, onde se profissionalizou e fez três jogos no Campeonato Brasileiro de 2010. Saiu para jogar no Corinthians, onde atuou no sub-20 e nunca recebeu a chance no time principal.

Começou, então, a peregrinação pelo futebol brasileiro. Defendeu Paraná, Ipatinga, Guaratinguetá, Penapolense e Ponte Preta, até chamar a atenção do Thespa Kusatsu, do Japão, em 2015.

O Japão, aliás, é só um dos países por onde Tanque já passou como atleta profissional. Atuou no Cafetaleros de Tapachula, do México, e no Police United, da Tailândia, até despertar o interesse do Paços Ferreira.

Desde que chegou a Portugal, o atacante brasileiro precisou de 59 jogos para anotar 21 gols. São sete somente nesta temporada. Com contrato por mais um ano, até junho de 2021, ele tem a chance de subir ainda mais na lista de artilheiros - e na história - do Paços de Ferreira.