<
>

Premier League: lenda do Arsenal diz que 'seria criminoso' perder Aubameyang de graça

play
Arsenal goleia em amistoso com gols de Lacazette, Aubameyang e pintura de Willock (1:27)

Time Londrino venceu o Charlton por 6 a 0 no Emirates Stadium (1:27)

David O'Leary conhece o Arsenal como ninguém. Hoje com 62 anos, o ex-zagueiro defendeu o clube por 20 temporadas e ostenta o recorde de jogos pelos Gunners, com 722 partidas. Neste sábado, ele falou da situação de Aubameyang.

O atacante gabonês é destaque da equipe, mas tem contrato até junho de 2021, o que permite sair de graça daqui alguns meses e deixar o Arsenal na mão. O'Leary disse que espera por uma renovação, mas, se não acontecer, é preciso vendê-lo para no mínimo lucrar algum dinheiro.

"Penso que o clube já aprendeu que deixar jogadores saírem a custo zero não traz nenhum benefício financeiro. Espero que Aubameyang renove porque a média de gols dele é inacreditável, mas tem que perceber se ele quer ficar", disse o ex-defensor.

"Caso contrário, precisa ser vendido para permitir a entrada de algum dinheiro. Seria criminoso deixá-lo sair de graça", afirmou o ex-jogador do Arsenal, em entrevista à rádio "Talksport!".

Aubameyang chegou ao Arsenal em janeiro de 2018, contratado após passagem de sucesso prlo Borussia Dortmund. Pelo clube inglês, são 61 gols e 13 assistências em 97 partidas. Na atual temporada, ele é o artilheiro da Premier League, com 17 atrás, assim como Jamie Vardy, do Leicester.