<
>

Torcida em 'drive-in' e capitão sozinho no estádio: como é ser campeão em meio à pandemia?

play
Com estádio vazio, capitão do Celtic levanta a taça de campeão do Campeonato Escocês (0:56)

Scott Brown posou com o troféu no Celtic Park (0:56)

O mês de maio trouxe o futebol de volta a alguns países europeus, e, por conta do estágio em que os torneios foram paralisados meses atrás, alguns campeões já estão sendo definidos. Tudo em meio à pandemia do novo coronavírus.

As curiosidades são as comemorações, com várias ações inusitadas, quebras de protocolos e até comportamento normal, como se nada estivesse acontecendo. Este último caso se deu em Belarus.

Foi no país, único da Europa a não interromper o futebol, que saiu o primeiro campeão durante a luta mundial contra a COVID-19. No sábado passado (24 de maio), o Bate Borisov conquistou a Copa de Belarus, equivalente à Copa do Brasil, ao bater o Dínamo Brest, em Minsk, por 1 a 0, gol chorado após bate e rebate na área e já nos acréscimos do segundo tempo da prorrogação (assista no vídeo abaixo a partir de 7m34s).

Nos festejos, apertos de mãos sem qualquer proteção, jogadores juntos em rodas e ainda mais próximos, amontoados mesmo, na hora de levantar o taça (assista no vídeo abaixo a partir de 8m37s).

Nessa sexta (29), foi a vez de sair o primeiro campeão de uma liga nacional. O Estrela Vermelha fez história ao golear o Rad Belgrado por 5 a 0, fora de casa, chegando à terceira conquista seguida do Campeonato Sérvio.

No entanto, a liga nem sequer entregou a taça aos campeões, que festejaram entre si no gramado e, principalmente, no ônibus e fora do estádio (sem nenhuma preocupação com isolamento, inclusive).

Mas a taça deve aparecer na próxima rodada, quando o Estrela Vermelha jogará em casa e com alguns torcedores, já que a reabertura parcial dos portões foi definida para junho.

'Drive-in' de Salzburg

Também na sexta, o Red Bull Salzburg, da Áustria, levantou a taça da Copa da Áustria após bater o Lustenau por 5 a 0.

Logo no começo da partida já ficou claro que a Federação Austríaca de Futebol seria rígida nas normas dessa primeira partida neste retorno do futebol no país, já que os jogadores foram espalhados por todo o campo durante a execução do hino nacional.

A entrega da taça também foi peculiar, já que os jogadores ficaram celebrando no pódio a cerca de um metro de distância entre cada (como pode ser visto ao fim do vídeo no topo desta matéria).

Mas o que mais chamou atenção foi a torcida. Com os portões do estádio Worthersee fechados, o clube organizou um 'drive-in', que foi um sucesso. Os fãs estacionaram seus carros em frente a um telão para acompanhar o jogo reunidos de forma prudente.

Sozinho com a taça

Alguns campeonatos foram encerrados em meio à pandemia, como o francês, que determinou o PSG como campeão. O mesmo aconteceu na Escócia, onde foi usado o critério de média de pontos por partida para encerrar a disputa.

O campeão foi o Celtic, que alguns dias após o anúncio do título convidou o capitão da equipe, Scott Brown, para erguer a taça em um vídeo especial, gravado no Celtic Park, casa do time, sem ninguém além dele e o troféu.

play
0:56

Com estádio vazio, capitão do Celtic levanta a taça de campeão do Campeonato Escocês

Scott Brown posou com o troféu no Celtic Park