<
>

Fifa e OMS montam guia para volta mais segura do futebol

Com o intuito de diminuir danos no processo, a Fifa enviou para todas as confederações, federações e organizações membras um instrumento que serve para calcular os riscos da reimplantação de campeonatos, os quais tiveram que ser paralisados por conta da pandemia de covid-19.

Essa ferramenta surgiu a partir de uma colaboração com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e outras organizações que estão ligadas ao futebol. Juntos, estabeleceram parâmetros e protocolos que fossem simples de compreender e eficazes nas ações de mitigação dos impactos do coronavírus.

Com esse guia, a Fifa espera que as entidades que comandam o futebol em cada país consigam avaliar melhor qual seria o momento mais adequado para autorizar a volta das partidas, como seria esse processo de abertura e quais restrições teriam que tomar.

Contudo, a organização máxima do futebol mundial lembra que o instrumento disponibilizado apresenta apenas sugestões, já que as entidades de futebol devem respeitar as diretrizes de saúde de seus respectivos países. Cabe às federações e às confederações dialogarem com os governos, usando estes parâmetros fornecidos. A Fifa entende que o futebol apenas pode voltar se a saúde para todos os envolvidos estiver garantida.