<
>

Palmeiras: Leila Pereira ganha carteirinha da Mancha e apoio por presidência, mas evita confirmar candidatura

A Mancha Verde, principal torcida organizada do Palmeiras, promoveu uma live durante a tarde deste domingo. Durante o evento, Leila Pereira ganhou uma carteirinha de associada da entidade e recebeu apoio para uma eventual candidatura à presidência em 2021, mas evitou confirmar participação no pleito.

Leila Pereira e José Roberto Lamacchia, proprietários da Crefisa/FAM, empresas que patrocinam o Palmeiras e a escola de samba, participaram da live de forma remota. De surpresa, Paulo Serdan e André Guerra, principais líderes da Mancha Verde, exibiram as carteirinhas de associados dos empresários.

“Vocês acabaram de se tornar sócios”, anunciou Guerra. “Obrigada! Que surpresa! Eu não sabia! A gente já era sócio de coração, vocês sabem disso”, respondeu Leila Pereira. Durante a interação, ela foi elogiada pelo patrocínio ao Palmeiras e à escola de samba e exaltada como candidata à presidência em 2021.

“Vocês brigaram contra o poder que existia dentro clube. Se não fossem vocês, esse poder não seria rompido jamais. Não me furto a dizer: minha esperança é que, um dia, você seja presidente do clube para que o povo tenha um pouco mais de liberdade e acesso”, disse Serdan.

Rompido com Leila Pereira e José Roberto Lamacchia, Paulo Nobre também é cotado como possível candidato à presidência em 2021, embora tenha renunciado ao Conselho Deliberativo. Ao falar sobre seus planos para o futuro, a empresária procurou ser cautelosa.

“Em 2021, eu e meu marido seremos candidatos à reeleição no Conselho Deliberativo. Vamos por partes”, pontuou Leila. “Vou pedir votos para os associados me ajudarem a ser reeleita ao Conselho Deliberativo. Depois, são outros quinhentos. Aí, a gente volta a conversar”, acrescentou.