<
>

Liverpool x Atlético na Champions pode ter sido responsável por 41 mortes por COVID-19, diz estudo

play
Metros atrás do gol e de outro campo: Van Dijk faz gol com curva absurda em treino do Liverpool (0:14)

Zagueiro deu show durante treinamento dos Reds | via @liverpoolfc (0:14)

Liverpool e Atlético de Madrid enfrentaram-se pela partida de volta das oitavas de final da Champions League em 11 de março. O jogo, que classificou os espanhóis, pode ter causado 41 mortes por COVID-19, conforme foi publicado no jornal Sunday Times e reproduzido pela AFP.

Segundo o veículo, Edge Health, que analisa dados para o Serviço de Saúde Nacional da Grã-Bretanhã, estima que a partida esteve "ligada a 41 mortes adicionais" em hospitais próximos entre 25 e 35 dias depois, comparado com situações hospitalares parecidas como controle.

A AFP também destaca que o Imperial College London e a Universidade de Oxford estimaram que havia 640 mil casos de coronavírus na Espanha na época e 100 mil na Grã-Bretanha. A partida contou com um público de 52.267 pessoas em Anfield.

Este foi o último jogo que as duas equipes fizeram, antes da paralisação de seus respectivos campeonatos nacionais, e da própria Champions, por conta da pandemia.

Anteriormente, o prefeito de Bérgamo, Giorgio Gori, disse que a partida entre Atalanta e Valencia em Milão, em 19 de fevereiro, foi uma "bomba biológica" para o surto do coronavírus.

Enquanto o Campeonato Espanhol vive a expectativa de retorno na primeira quinzena de junho, para a Premier League há a possibilidade de ser aprovada nos próximos dias a volta aos treinos com contato total.