<
>

Jogadores do Sevilla se entregam quebrando quarentena e devem ser punidos na Espanha

play
André Linares informa: retomada de LaLiga, Arthur por Pjanic e quebra de quarentena no Sevilla (1:35)

O correspondente internacional da ESPN Brasil ainda falou sobre Lautaro Martínez ter recusado uma proposta de renovação da Internazionale (1:35)

Quatro jogadores do Sevilla podem encarar punições de seu clube e de autoridades após fotos postadas nas redes sociais, aparentemente, mostrando-os quebrando as regras da quarentena na Espanha.

Éver Banega, Lucas Ocampos, Franco Vazquez e Luuk De Jong foram vistos em um grupo com 12 pessoas nas fotos compartilhadas - e rapidamente apagadas - por Banega no seu Instagram, no último sábado (23).

A cidade de Sevilha permanece na 'fase um' do gradual processo de relaxamento das medidas de lockdown, no qual um máximo de dez pessoas são permitidas em atividades sociais.

O clube ainda está para comentar as alegações, mas Banega já reconheceu o erro em suas redes sociais neste domingo (24).

"Quero me desculpar pelo que aconteceu ontem", disse no Instagram. "Era uma reunião de família com jogadores, mas, sem saber, estávamos errados. Quero me deculpar com o clube, os torcedores e a sociedade em geral. Isso não acontecerá novamente".

Jogadores na Espanha precisam seguir rígidas regras de quarentena como parte do protocolo para o retorno aos treinos organizado por LaLiga e aprovado pelo Ministério da Saúde do país.

Inicialmente, a liga queria que jogadores se mantessem isolados em centros de treinamento para a fase de treinos coletivos, mas esse plano foi abandonado após conversas entre LaLiga e o sindicato dos jogadores.