<
>

Pochettino revela os três melhores jogadores que não treinou com o Tottenham na Premier League

Em entrevista à Sky Sports, o argentino Mauricio Pochettino revelou os três melhores jogadores que não treinou durante o longo período em que comandou o Tottenham na Premier League.

São dois atletas do Manchester City e um do Liverpool: respectivamente, Kevin De Bruyne, Sergio Agüero e Roberto Firmino.

A escolha do brasileiro, porém, acabou gerando polêmica na Inglaterra.

Segundo o jornal Liverpool Echo, esperava-se que Pochettino elegesse nomes como Sadio Mané ou Mohamed Salah para sua lista, já que eles são mais "espetaculares" do que Firmino.

No entanto, o diário ressalta que Pochettino, como técnico, foge do pensamento do torcedor comum, e sabe reconhecer a importância tática do brasileiro em campo.

"Poucos jogadores na Premier League dividem tanto as opiniões quanto Firmino. As críticas costumam vir daqueles que não veem o atleta jogando com regularidade, usando como referência os muitos gols que Agüero faz a mais do que ele (assim como Salah e Mané também fazem mais gols), além de um número de assistências que, no Inglês, é quase metade de Trent Alexander-Arnold. E lógico que haverá muitos torcedores dos Reds que irão discordar de Pochettino", escreveu.

"Mas a única estatística que realmente importa é a que demonstra que Jurgen Klopp segue tendo fé irrestrita em Firmino, já que nenhum jogador apareceu em mais partida durante a gestão do alemão do que o brasileiro. Além disso, é sempre interessante ver o quanto os treinadores e jogadores rivais reconhecem a importância tática de Firmino. Aqueles que estão no meio são os que conhecem de verdade, claramente", dissertou.

"O camisa 9 do Liverpool não deve ser comparado aos outros atacantes centrais, porque, em resumo, ele não é igual a eles", filosofou.

"Firmino não é um problema para o Liverpool. Pelo contrário, e Pochettino sabe bem: o brasileiro, na verdade, é um problema para todos os times restantes", completou.

Pelos Reds, o atacante soma 77 gols e 59 assistências em 235 partidas.