<
>

Meia do Atlético de Madrid se alegra com volta ao futebol, mas chama protocolo da Bundesliga de 'bizarro'

Saul Niguez está dividido com a volta do futebol nos principais centros da Europa. O meia do Atlético de Madrid demonstrou felicidade por poder treinar novamente, mas também admitiu certo incômodo com os protocolos praticados na Bundesliga, o primeiro grande campeonato a ser retomado.

Em declarações publicadas pelo jornal "A Bola", de Portugal, Saul chamou de "bizarro" o fato de não poder comemorar gols como antigamente, mas ser permitido a proximidade com o adversário durante os momentos do jogo.

"O que vi na Bundesliga é um pouco bizarro", disse o meio-campista espanhol. "Estou feliz pela volta do futebol, as pessoas em casa aproveitam, mas é bizarro estar perto de um adversário ou de um companheiro e ao mesmo tempo não ter autorização para comemorar gols com eles".

Saul também falou da necessidade de jogar sem torcida por enquanto, por orientação dos governos. A ideia é evitar aglomerações e ter mais controle das pessoas envolvidas em uma partida de futebol.

"A falta de torcedores é algo diferente. Não é estranho, mas é o melhor a ser feito tendo em conta a situação em que estamos. Para nós jogadores, é o que mais vamos sentir falta", garantiu Saul.

O Campeonato Espanhol ainda não tem uma data oficial para voltar, mas, segundo a rádio Cope, o plano é que LaLiga seja retomada em 12 de junho e dure por mais de um mês, até 19 de julho.