<
>

No Resenha, Julio Cesar lembra quando passou 'vergonha' e comprou ar condicionado para o Flamengo

O Flamengo vive uma fase extraordinária em campo, fruto da recuperação financeira que colocou o clube como dono das maiores receitas do país. Mas há não muito tempo, a história era completamente diferente. E quem conta é um ídolo rubro-negro: Julio Cesar, convidado do Resenha ESPN desta sexta-feira, às 22h, na ESPN Brasil e no ESPN App.

Revelado na Gávea, ele ficou no clube até 2005 e conviveu com salários atrasados e até brigas contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Mas ele conta outra história para lá de curiosa para explicar como eram os tempos de ‘vacas magras’ do Flamengo.

“O Zico estava fazendo fisioterapia lá na Gávea, embaixo da arquibancada. E eu vi ele falando ‘Nossa, que calor aqui dentro, tem que ter um ar condicionado aqui!’”, diz Julio.

“Que vergonha! Nosso maior ídolo! Saí do treino com aquilo na cabeça, entrei no shopping e comprei o ar condicionado para botar lá”, completa.

O ex-goleiro ainda explica que chegou à Gávea no dia seguinte e entregou a nota fiscal a um supervisor do clube. Alguns minutos depois, porém, ouviu alguns gritos lhe chamando.

“Ô Júlio César, ô Júlio César.... a nota sumiu!”