<
>

Quase R$ 600 milhões e contando: nas finanças, Cruzeiro não sabe o que é azul há nove anos

O Cruzeiro é o clube do Brasil com o maior prejuízo acumulado desde 2011. Somados os déficits registrados nos balanços financeiros dos últimos nove anos, a agremiação mineira tem perdas acumuladas da ordem de R$ 597,6 milhões.

O resultado é puxado pelo déficit de 2019, divulgado nesta quarta-feira. Foram R$ 394,1 milhões negativos no exercício. Antes disso, o pior resultado no período analisado havia sido R$ 38,7 milhões em 2014 - dez vezes menos.

Mais do que isso: a Raposa é o único entre os 12 maiores clubes do futebol brasileiro a apresentar nove anos seguidos de resultados negativos.

Ironicamente, o clube não sabe o que é fechar no azul desde 2010, quando teve o pequeno superávit de R$ 1,1 milhão.

Esse é o resultado da análise feita pelo ESPN.com.br nos balanços financeiros divulgados no período. Os clubes avaliados no estudo foram Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Santos, Grêmio, Internacional, Atlético-MG, além do próprio Cruzeiro.

O resultado é ainda mais chocante quando leva-se em conta o fato de que o clube esteve, por todo esse tempo, entre os dez com maiores receitas anuais.

Comparar o resultado financeiro com o resultado esportivo também traz uma constatação curiosa: o campo refletiu pouco no caixa do clube celeste.

A Raposa só fica atrás do Corinthians em números de títulos na década: soma oito conquistas contra dez dos paulistas.

O clube mineiro conquistou duas edições do Campeonato Brasileiro (2013 e 2014), duas da Copa do Brasil (2017 e 2018) e quatro campeonatos mineiros - 2011, 2014, 2018 e 2019).

Nos últimos nove anos, o clube só não levantou troféus em 2012, 2015 e 2016.

Sabendo-se que a Raposa vai disputar a Série B de 2020, e terá, portanto, receitas menores de um modo geral - pandemia à parte -, não é difícil supor que o Cruzeiro completará dez anos seguidos no vermelho - ainda que a diretoria trabalhe para reduzir custos com o time para a temporada.

Veja abaixo os resultados financeiros do clube desde 2010 (em milhões de reais):

2010: 1,1

2011: -13,1

2012: - 31,0

2013: - 22,8

2014: -38,7

2015: - 25,7

2016: - 29,3

2017: - 16,8

2018: - 27,2

2019: - 394,1