<
>

Ex-árbitro espanhol revela sobre colegas: '90% são Real Madrid e 10%, Barcelona'

play
Real Madrid: Modric manda mensagem de aniversário e emociona garoto em tratamento de câncer no hospital (0:59)

Garoto Raúl foi surpreendido com um vídeo do meio-campista croata (0:59)

Os árbitros espanhóis são, em sua maioria, torcedores do Real Madrid. É isso o que disse Eduardo Iturralde González, ex-juiz internacional e com uma experiência de quase 300 partidas na primeira divisão de LaLiga, quando foi perguntado a respeito na rádio Cadena Ser. Ele estabeleceu uma porcentagem de uns “90% do Real e 10% do Barcelona”.

A afirmação de Iturralde ocorreu poucos dias depois de que Mark Clattenburg, que apitou a final da Champions League entre Real Madrid e Atlético de Madrid de 2016, em Milão, reconheceu que se equivocou na marcação do gol de Sergio Ramos.

“O gol foi em impedimento. Nos demos conta no intervalo; era uma ação muito difícil, e meu assistente errou”, declarou o inglês, reabrindo uma velha polêmica que acompanha o clube merengue.

De fato, as palavras de Iturralde vieram em meio ao aniversário da Champions que o Real conquistou em 1998 diante da Juventus, decidida com um gol em impedimento de Mijatovic.

“Está claro que foi impedimento”, declarou na Cadena Ser Marcelo Lippi, treinador da equipe italiana naquela decisão, e como resposta à ironia do próprio autor do tento. “Se foi, tem que negá-lo”.

O tema da arbitragem não é uma questão de segunda ordem no futebol espanhol, onde, enquanto os clubes modestos se queixam habitualmente de um suposto favorecimento aos grandes, em torno do Barcelona existe o convencimento de ser prejudicado por atuações dos árbitros.

Neste sentido se tira um arquivo de um jornal... E se coloca em cena, de maneira crua, o exemplo de 2014, quando o Atlético de Madrid conquistou o título do Espanhol no Camp Nou com o árbitro Mateu Lahoz anulando por impedimento (que não era) um gol de Messi que teria dado o triunfo e o campeonato ao time azul-grená.

“A maioria dos árbitros é do Real Madrid”, afirmou Iturralde já em 2014, recém-aposentado e em umas declarações ao jornal Marca nas quais explicou que os juízes “não viemos de Marte. Você se coloca como árbitro, porque você gosta de futebol, e se você gosta de futebol, não há ninguém que não goste de uma equipe... Já tenho a sorte de ter nascido em Bilbao, e ali as pessoas torcem para o Athletic Bilbao. Porém, no resto da Espanha a maioria é do Real Madrid ou do Barcelona, porque são as equipes que ganham, e é assim. E então os árbitros veem de lá, e a maioria são do Real Madrid”.