<
>

LaLiga dá mais um passo para volta do futebol com treinos em grupos de dez jogadores

play
Espanha libera treinos em grupos de até 10 jogadores; André Linares atualiza as informações (1:07)

Direto do país europeu, correspondente dos canais ESPN traz as últimas notícias (1:07)

A LaLiga está mais próxima de retomar a temporada para finalizar os jogos da primeira e da segunda divisão. Nesta segunda-feira, dia 18, a entidade que administra os campeonatos autorizou os clubes a começarem os treinamentos em grupo, com um máximo de dez jogadores.

A medida é interpretada na Espanha como um passo para recomeçar o futebol. Os campeonatos foram suspensos em 12 de março devido à pandemia do novo coronavírus. Não há uma data oficial para a volta, mas especula-se que deve ocorrer a partir de 13 de junho.

O anúncio da liberação dos treinos em grupo foi feito pelo presidente de LaLiga, Javier Tebas, durante participação em “live” do programa “El Partidazo”, na Movistar, emissora ligada com a organização da competição.

“O início da próxima fase do protocolo de retorno ao treinamento da LaLiga é mais um passo em direção ao reinício da competição. Será bom poder definir todas as rotinas de treinamento em pé de igualdade. É muito importante que todos os clubes tenham a mesma chance de estar em boa forma. Não é essencial, mas é muito importante e agradecemos que seja assim”, disse Tebas.

O treinamento em grupo pode ser realizado por todos os clubes, independentemente da curva dos casos de Covid-19 estar alto ou baixo onde eles têm sede fixa. Vale lembrar que já faz duas semanas que eles retomaram as atividades, mas com exercícios individuais.

A organização informou em nota que “todo o treinamento adotará as medidas preventivas estabelecidas pelo protocolo de retorno ao treinamento da LaLiga para garantir os mais altos níveis de segurança”.

Durante a participação no programa, Tebas elogiou o retorno da Bundesliga e destacou os protocolos usados na Alemanha para dar segurança aos times e a quem trabalha nos jogos. A competição retornou no último sábado, sem público nos estádios.

“Estou muito feliz e os parabenizei por terem dado um passo muito importante. Trabalhamos duro nisso juntos nos últimos meses, trocamos protocolos, ideias. Conversamos uma ou duas vezes por semana. Não foi fácil. eles foram os primeiros a começar a funcionar e são um exemplo a seguir.”