<
>

Fifa investiga ida de R$ 371 milhões de português ao Manchester United

play
Bruno Fernandes brinca com a filha, fala até 'olé' e criança não gosta (0:27)

Jogador do Manchester United aproveita a quarentena para ter mais contato com a filha (0:27)

Após reclamação da Sampdoria, a Fifa passou a investigar a transferência de Bruno Fernandes, português comprado pelo Manchester United junto ao Sporting em janeiro por 47 milhões de libras (R$ 371 milhões).

A Sampdoria vendeu o meio-campista para o Sporting em 2017 e afirma que deve receber 4 milhões de libras por meio de uma cláusula de 10% da venda, valor que até agora não foi pago. Por isso, o time italiano abriu a reclamação formal.

Não há indicação, porém, que o Manchester United seja responsável por qualquer parte do dinheiro.

Um porta voz da Fifa falou: “Podemos confirmar que no dia 3 de abril, a Sampdoria entrou com reclamação na Fifa contra o Sporting, relacionado a valores obrigatórios em contrato correspondes a transferência do jogador português Bruno Miguel Borges Fernandes. O assunto está sendo investigado e não podemos fazer mais comentários”.

Bruno Fernandes passou uma temporada na Sampdoria antes de se juntar ao Sporting em 2017. O meia marcou 64 gols em 137 jogos em Lisboa, se transferindo então para o Manchester United por 47 milhões de libras, valor que pode chegar a 67 milhões se algumas cláusulas forem cumpridas.

A Sampdoria afirma que merece receber 10% de todo lucro do Sporting com Bruno Fernandes. Fontes disseram à ESPN que o Sporting nega a alegação e acredita que é inocente de qualquer irregularidade.