<
>

Paulistão: FPF sugere times isolados até campeonato acabar e avalia comemorações de gol e máscaras

Jogadores e comissões técnicas confinados até o fim do Campeonato Paulista, treinos progressivos, testes para o novo coronavírus antes do retorno às atividades, regras de higienização e bem menos pessoas envolvidas em cada partida.

Essas são algumas das sugestões feitas pela Federação Paulista de Futebol (FPF) ao governo do estado, em caso de retomada do Paulistão, desde que o período de isolamento social em São Paulo seja encerrado.

A ESPN teve acesso ao documento chamado "Proposta para retorno dos campeonatos organizados pela FPF", inicialmente publicado pelo "Globoesporte.com" e datado de 29 de abril.

Nele, estão uma série de recomendações do Comitê Médico da FPF, presidido pelo ortopedista Moisés Cohen. Entre as sugestões, aparecem:

  • Jogadores, comissão técnica e funcionários envolvidos no dia a dia passarão por testes 48 horas antes do início dos treinamentos;

  • Clubes precisam cumprir medidas de higiene constante, como lavagem de mãos e criação de um reservatório de álcool gel;

  • Treinos segmentados: primeira semana individual, segunda semana com trabalhos em grupo e terceira semana em treinos coletivos;

  • Isolamento total de atletas e comissões técnicas em regime de concentração, seja em hoteis ou centros de treinamento;

  • Um máximo de 164 pessoas envolvidas diretamente no jogo, desde arbitragem, delegações, funcionários do estádio e imprensa.

Além dessas regras, existem outras ainda sob análise da Federação e que por isso não compõem o documento. Envolvem comemoração de gols (evitá-las ajuda a reduzir risco de contaminação), uso de mangas compridas, luvas e máscaras pelos atletas e integrantes da equipe de arbitragem.

O planejamento da Federação Paulista é que tudo isso seja cumprido até o fim do Paulistão. Restam mais seis datas para o término do torneio: duas rodadas da fase de grupos, mais quartas de final, semifinal e a decisão do título.

Para elaborar o documento, o Comitê Médico da FPF fez contato com departamentos especializados em sete países: Alemanha, Argélia, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Itália e Portugal.

O Campeonato Paulista está paralisado desde 16 de março, quando o Guarani venceu a Ponte Preta em Campinas, pelo último jogo antes da interrupção. Em reunião na segunda-feira passada, os dirigentes dos 16 clubes decidiram manter a competição como está, sem prazo para retorno.