<
>

Desconstruindo Ibra: ele queria ser Ronaldo, teve aula com Van Basten e virou um fenômeno até no dicionário

play
Pato revela o único jogador que botava medo e quase bateu em Ibrahimovic no Milan (1:48)

Atacante do São Paulo foi o convidado do resenha inédito (1:48)

Abra o dicionário de sueco, procure a letra Z e vá rapidamente ao fim da página. Você vai achar o termo zlatanera. A definição literal é Ser Zlatan. No sentido figurado, significa dominar. Originalmente, a expressão foi cunhada por um programa humorístico francês, mas acabou aceita pelo Conselho da Língua Sueca ("Swedish Language Council") em 2012.

Zlatan Ibrahimovic sempre foi dominante. Queria ser Ronaldo, e não dá para dizer que ele falhou na missão de ser "fenomenal". Idolatria até no videogame. E o objetivo de ser um dos maiores atacantes do mundo foi cumprido graças às aulas "particulares" de ninguém menos que Marco van Basten, lenda do futebol holandês.

Quem vê pela TV tem certeza que o gigante sueco de 1,95 m é marrento e arrogante, certo? Que nada. No campo, fala poucas e boas para quem estiver pela frente. O motivo é um só: ele não gosta de perder, ele não gosta mesmo de perder.

No dia a dia, é amigo, parceiro. Tranquilo, gosta de demostrar sua amizade com quem ele gosta. É bom de papo e de garfo. É bem-humorado, uma figuraça. Quem diria, não é?

Abaixo, a "desconstrução" de Ibra, um dos melhores atacantes do século:

"Quero ser Ronaldo"

"Pensava em dribles e truques dos brasileiros e fazia download de todos os tipos de fintas que Ronaldo e Romário estavam fazendo."

Ibra em "O mundo, segundo Zlatan", matéria especial publicada em 17 de junho de 2016, escrita por James Horncastle

"Uma vez fui na casa dele porque ele queria me apresentar as máquinas que ele tinha (risos). Só Ferrari ele tinha duas e mais outros carrões na garagem. Também havia um quarto gigante escuro reservado só para jogar videogame, por que o Ibra adora. Na época era ainda o Playstation 2, e ele me desafiou para jogar. Ele só pegava o Brasil, por que tinha o Ronaldo, de quem ele é fã. Aí uma hora falei para ele trocar, ele foi lá e pegou o Real Madrid, porque tinha o Ronaldo também (risos). Sacanagem, né? Além de ter sempre o Ronaldo, o Ibra ainda colocava o Roberto Carlos no ataque, porque ele corria demais e só soltava bomba! Mas quem não fazia isso, né? (risos)."

Gladstone, zagueiro que jogou com Ibra na Juventus

"Ele podia fazer algo difícil se transformar em mágica. Você não tinha esse tipo de jogador antes e você não tem agora. Ele não existe. Quando eu era um jovem jogador, eu assistia a ele sozinho e dizia para mim mesmo: ‘Eu quero ser exatamente assim. O jogador que faz a diferença'."

Ibra, sobre Ronaldo Fenômeno

"O Ibra só falava do Ronaldo o tempo todo para mim. Era uma admiração muito grande por ele. Nos treinamentos que fazíamos, o Ibra tentava imitar tudo o que ele via o Ronaldo fazendo pela televisão."

Wamberto, que jogou com Ibra no Ajax

Eu não gosto de perder

“O que dizer para motivar Ibra antes dos jogos? Nada, apenas não mate ninguém.”

Gattuso, ex-companheiro de Ibra no Milan

"Todo mundo sabe o jeito que o Ibra tem. Ainda mais em um jogo que você está disputando a liderança e acabam acontecendo erros. Com ele, não tem essa, se tiver que falar, ele fala. Tem essa personalidade. De cabeça quente, acabou falando um monte de coisas, mas todo mundo está com ele. É nosso amigo."

Lucas Moura, que jogou com Ibra no PSG

"[Ancelotti] estava um pouco nervoso, então, Ibra aproximou-se e perguntou se ele acreditava em Deus. Ancelotti disse que sim, então Ibra falou: 'Bom. Então você acredita em mim. Pode relaxar." Marco Verratti, companheiro de Ibra no PSG

"Sempre foi de uma personalidade forte e do mesmo jeito. Alguns falam que depois ficou famoso mudou seu caráter, mas ele já era assim. Ele queria vencer até nos treinamentos, foi por isso que ganhou tanto, por essa mentalidade."

Wamberto, que jogou com Ibra no Ajax

"As pessoas acham que ele é durão, mas é super simples e bacana. Se ele te conhece e gosta do seu jeito você tem tudo, agora se ele não te conhece o teu perfil não é parecido com dele não fala tanto."

Guilherme Siqueira, ex-lateral que tinha o mesmo empresário de Ibra, Mino Raiola

play
1:11

Com uniforme personalizado dos Lakers, Ibra faz 'embaixadinhas de basquete' e esbanja classe

Jogador ainda desafiou Pogba, do Manchester United - vídeo original em @iamzlatanibrahimovic

Eu sou um cara legal

play
2:14

Letra mágica, basquete sem olhar, 'tapa' de outro mundo e mais: Ibra e Pogba 'zeram' e levam desafios a outro patamar

Dupla se desafiou em vários vídeos e proporcionaram lances incríveis durante a quarentena

"A gente se dá muito bem, é um grande amigo. Às vezes as pessoas têm uma imagem tirando pelo que vem dentro do campo. Fora, ele é supertranquilo, a gente conversa, ele me dá conselhos. É uma amizade muito bacana, ele me respeita, eu respeito ele também."

Lucas Moura, que jogou com Ibra no PSG

"Fora de campo ele sempre foi um cara muito gente fina comigo, brincava muito para quebrar o gelo e me entrosar com o pessoal. No período que fiquei na Juventus ele foi um amigão, super de boa."

Gladstone, que jogou com Ibra na Juventus

"O Ibra era figura demais, um cara engraçado. Ele chegava mais cedo nos treinos e ia usar a internet na sala do diretor. Ele pegava fotos de animais, imprimia e colava no armário dos caras. Pra cada jogador ele colocava um apelido de animal (risos). Um dia fizeram com ele, que não gostou. Acho que colocaram uma girafa lá (risos)." Wamberto, que jogou com Ibra no Ajax

Van Basten, meu professor

View this post on Instagram

Before and Now #MarcoVanBasten

A post shared by Zlatan Ibrahimović (@iamzlatanibrahimovic) on

"O Van Basten estava aposentado naquela época por causa das contusões e foi contratado para ser treinador específico dele. Por toda autoridade que ele tinha era o cara ideal para fazer um trabalho com Ibra. Ele teve muita paciência. Foi uma das coisas boas que Ajax fez por ele. Eles ficavam trabalhando durante e depois dos treinos. Van Basten mostrava ao Ibra como tinha que se posicionar, chegar mais rápido nas finalizações e enfrentar os zagueiros. Ele aprimorou e evoluiu muito rápido. Eu jogava de ponta e sempre nos treinos ficava metendo bola na área para o Ibra finalizar. Quando ele não acertava, o Van Basten mandava a gente cruzar de novo. Ele falava: 'Eu quero que você faça desse jeito'. Daí, ele completava pro gol e saía perfeito, era impressionante."

Wamberto, que jogou com Ibra no Ajax

Estou p***, mas beleza

play
1:48

Pato revela o único jogador que botava medo e quase bateu em Ibrahimovic no Milan

Atacante do São Paulo foi o convidado do resenha inédito

"O melhor 'causo' foi com o Ibra, pois todo mundo fala que ele é complicado e marrento. Foi num Fenerbahce x Manchester United, pela Liga Europa, que ele arrumou confusão com todo mundo desde o começo. Brigou com o Skrtel, nosso zagueiro, e até com o goleiro! Nossa torcida vaiou o coitado o jogo inteiro (risos). Quando acabou o jogo, eu o vi saindo de campo, p... da vida (risos). Aí pensei: 'Peço ou não peço a camisa?'. Tomei coragem e pedi. Ele me olhou, apontou para o túnel do vestiário e não falou mais nada. Ele foi andando e eu fui atrás, sem entender nada."

"Quando chegamos no túnel, ele tirou a camisa, me deu e saiu em silêncio total, não falou mais nada (risos). Pra mim não tem problema, vou guardar do mesmo jeito. Eu entendo a situação dele, estava p... porque o United tinha perdido e o time não estava bem naquela época da temporada. Mas sou muito agradecido pela camisa que ele me deu."

Souza, volante com passagens por Grêmio, São Paulo e Fenerbahce

Eu errei ao ir para o Barcelona

"Engraçado que o Ibra queria ir embora para o Barcelona e nós fomos fazer uma pré-temporada em Los Angeles, em Beverly Hills. Ele estava naquele impasse se ia ou não. Ele falou que queria ganhar a Champions. O Mourinho disse que ficou um bocado chateado, porque queria ficar com ele. Não queria segurá-lo a força, e o liberou. Ele ficou uns dias conosco, mas já estava de saída."

play
1:58

Para relembrar: Ibrahimovic e a sua passagem meteórica pelo Barcelona

O astro sueco, hoje no Milan, não chegou a fazer 50 jogos com a camisa do Barça, mas... é claro que ele conseguiu anotar gols bonitos no Campeonato Espanhol!

"O Ibra foi para o Barcelona para ganhar a Champions e nós acabamos o eliminando na semifinal e ganhamos a nossa Champions (risos). O Ibra disse: 'Eu saí para ganhar a Champions e vocês f... a gente. E agora, estou aqui f... e deveria ter ficado aí para ganhar a Champions' (risos). Eu disse: 'Ibra, tu jogou no tabuleiro errado, car..., deveria ter ficado com a gente'."

José Morais, ex-auxiliar de Mourinho na Inter de Milão

Eu como pra caramba

"Jantar com o Ibra sempre tinha muita salada, pasta e vinho. E o cara era muito bom de garfo, melhor que eu (risos). Também, pra sustentar aquela máquina de dois metros de altura precisa de comida pra caramba (risos)."

Gladstone, que jogou com Ibra na Juventus

play
0:19

Insaciável, Ibrahimovic segue treinando com clube sueco debaixo de neve, manda 'balaço' e enlouquece crianças

Atacante ainda pertence ao Milan, mas mantém a forma treinando no país natal