<
>

'Nunca o vi treinar em uma segunda-feira': chileno lembra passagem de Ronaldinho no México

Ronaldinho Gaúcho vem tomando conta do noticiário esportivo devido à polêmica prisão no Paraguai. O chileno Patricio Rubio, do Everton de Viña del Mar-CHI, relembrou a passagem do craque pelo México, onde jogaram juntos no Querétaro. Em entrevista ao canal Peloteros TV, do Chile, o atacante falou sobre os luxos do brasileiro na modesta equipe alviceleste.

“Jogávamos sempre às sextas-feiras em casa, porque no México cada equipe tem o seu próprio calendário durante a competição. Quando terminava o jogo, Ronaldinho pegava um avião particular e ia para Cancún ou Playa del Carmen”, declarou Patricio. “Voltava na terça-feira e nunca o vi treinar numa segunda-feira. Era um craque”, acrescentou.

Ronaldinho acertou com o Querétaro em setembro de 2014, após passagem vitoriosa pelo Atlético-MG, com os títulos da Copa Libertadores, Recopa Sul-Americana e do Campeonato Mineiro. No México, o brasileiro ajudou seu time a chegar à decisão do Clausura de 2015, vencido pelo Santos Laguna.

O jogador duas vezes eleito melhor do mundo deixou os Gallos Blancos em junho de 2015, pouco antes de se transferir para o Fluminense, seu último clube profissional da carreira.

No último dia 6 de março, Ronaldinho e seu irmão, Assis, foram presos no Paraguai por uso de passaportes falsificados. Os dois ficaram detidos até o dia 7 de abril, quando um juiz os concedeu prisão domiciliar. Eles pagaram uma fiança de 1,6 milhão de dólares (cerca de R$ 8,4 milhões) e ficarão em um hotel em Assunção.