<
>

Arsenal e Tottenham gastaram quase R$ 800 milhões com dupla da França, mas começo não impressionou

play
Mourinho fura quarentena do coronavírus e é visto dando treino em parque para atletas do Tottenham; Natalie informa (1:13)

Correspondente da ESPN na Inglaterra, Natalie Gedra traz as principais notícias da quarta-feira (1:13)

Para reforçar seus respectivos elencos na temporada 2019/2020, os maiores rivais londrinos “abriram o cofre” na França. O Arsenal comprou Nicolas Pepe do Lille, enquanto o Tottenham investiu para tirar Tanguy Ndombele do Lyon. Juntos, foram gastos 140 milhões de euros (R$ 779 milhões na cotação atual), mas o começo de ambos não impressionou.

Ndombele chegava como grande nome de um Tottenham que havia voltado a contratar e começava a temporada como atual vice-campeão da Champions League. Porém, o francês fez 17 jogos com titular, tendo jogado 90 minutos em apenas cinco oportunidades.

Contratado por 60 milhões de euros, o meio-campista teve duas lesões e chegou a ficar fora até do banco de reservas por escolha técnica.

Nicolas Pepe, por sua vez, chegou a com a pressão de ser a contratação mais cara da história do Arsenal. O marfinense foi comprado por 80 milhões de euros junto ao Lille, mas não é ainda titular absoluto do time de Londres.

Foram 21 jogos como titular, tendo seis gols e oito assistências até o momento. O Arsenal entrou em campo em 41 oportunidades até agora, então Pepe começou 51 % dos jogos.