<
>

Iarley revela que também teve proposta do River, mas explica por que preferiu Boca

play
Ex-jogador do River Plate incrementa desafio e faz embaixadinhas enquanto bebe mate; veja! (0:14)

Rodrigo Mora, que se aposentou em 2018, conquistou cerca de 10 títulos com a equipe argentina, incluindo duas Copas Libertadores; o vídeo foi compartilhado em seu perfil no Instagram | Via Instagram @romoriita11 (0:14)

Ex-jogador do Boca Juniors, o brasileiro Iarley revelou, em entrevista ao canal de televisão "TyC Sports", os motivos que o levaram a escolher a camisa xeneize: "Boca e River me procuraram, mas não tive dúvida: queria jogar na Bombonera".

Iarley chegou ao time argentino em 2003, marcou no Superclásico contra os maiores rivais em pleno Monumental de Nuñez e chegou a ser chamado de "irmão do Pelé" pelos torcedores. Hoje, 17 anos depois, lembra com carinho de sua passagem pela Argentina.

"Quando joguei aquela partida com o Paysandu - pelas oitavas de final da Libertadores de 2003 - eu fiquei surpreso com os torcedores, me encantei com o ambiente, queria jogar ali. Então, disse: 'verei primeiro as chances de ir ao Boca, se não, veremos outras opções", conta sobre como chegou ao clube.

E já em seu primeiro ano, mesmo com pouco tempo no time, já caiu nas graças do torcedor e jogou, como titular por 120 minutos, a inesquecível conquista do Mundial de Clubes contra o Milan, vestindo a camisa 10 e referência do ataque. E lembra o que os fez vencer: "Nossa equipe tinha muito coração".