<
>

PSG caminha para fazer de Icardi o 3º argentino mais caro da história; veja o top 10

A pandemia de coronavírus está reembaralhando as cartas do jogo das transferências da próxima janela e um dos afetados pode ser o Paris Saint-Germain.

A equipe francesa trouxe o atacante Mauro Icardi por empréstimo da Inter de Milão até 30 de junho, o que significava o final da temporada atual. Com o hiato, porém, as competições podem durar até agosto, por exemplo. Enquanto a Fifa ainda tenta decidir o que irá acontecer com os contratos dos jogadores, o PSG tem uma decisão a tomar.

Os parisienses precisam decidir entre esperar que a Fifa coloque em prática a renovação automática dos contratos que se encerram em junho até o novo final da temporada ou exercer a opção de compra de 70 milhões de euros (R$ 398 milhões) e garantir o contrato do jogador. Caso a segunda opção seja a tomada pelo clube, Icardi se transformaria no terceiro argentino mais caro da história do futebol.

Os 70 milhões de euros superariam os 63 milhões de euros (R$ 358 milhões) pagos pelo próprio PSG por Di María, atual terceiro na lista. Di María, inclusive, ocupa também a segunda posição. Na temporada 2014/2015, o Manchester United pagou 75 milhões de euros (R$ 426 milhões) para tirar o meia do Real Madrid.

O argentino mais caro da história é o centroavante Gonzalo Higuaín. Na temporada 16/17, a Juventus pagou 90 milhões de euros (R$ 512 milhões) para tirá-lo do rival Napoli.

Hernán Crespo é o quarto da lista. Em 2000/2001, a Lazio pagou 56,81 milhões de euros (R$ 323 milhões) ao Parma pelo atacante. O último do top 5 de argentinos mais caros da história é o zagueiro Nicolás Otamendi. O Manchester City desembolsou 44,5 milhões de euros (R$ 253 milhões) pelo defensor, então no Valencia.

Confira o top 10:

Higuain - Napoli para Juventus - 90 milhões de euros

Di María - Real para United - 75 milhões de euros

Di María - United para PSG - 63 milhões de euros

Crespo - Parma para Lazio - 56,81 milhões de euros

Otamendi - Valencia para City - 44,5 milhões de euros

Verón - Lazio para United - 42,6 milhões de euros

Pastore - Palermo para PSG - 42 milhões de euros

Paredes - Zenit para PSG - 40 milhões de euros

Dybala - Palermo para Juventus - 40 milhões de euros

Aguero - Atlético de Madrid para City - 40 milhões de euros