<
>

Presidente da Lazio defende que jogadores voltem aos treinamentos

play
Será que ficou bom? Cristiano Ronaldo improvisa na quarentena e tem corte de cabelo feito pela esposa (0:18)

Via Instagram @cristiano | Atacante da Juventus compartilhou vídeo com Georgina Rodríguez nas redes sociais (0:18)

O presidente da Lazio, Claudio Lotito, afirmou nesta terça-feira (07) que não vê motivos para que os jogadores não voltem aos treinamentos. O futebol italiano está parado desde o dia 13 de março devido a pandemia do coronavírus.

“Não entendo por que um atleta, monitorado 24 horas por dia por grandes profissionais, não pode treinar. Os exercícios poderiam ser realizados com verificações constantes através de análises, dentro de um centro esportivo, como o de Formello (CT do time), higienizado da melhor maneira. Os atletas podiam treinar ao ar livre e eu não entendo, em nível científico, qual poderia ser a contra-indicação deste protocolo. A saúde das pessoas ao redor dos próprios atletas não seria prejudicada”, divulgou no site oficial do clube.

Na Itália está proibido de se sair nas ruas, já que o país é um dos mais afetados pela doença, com mais de 132 mil casos confirmados, além de 16.523 mortes. O mandatário até entende que a volta a rotina de treinamentos quebraria esta regra, mas defende que as pessoas que tenham condições devam voltar aos trabalhos.

“Eles não respeitam as regras do estado, mas neste contexto não há validação científica que possa impedir um atleta, no cenário que expliquei, de treinar. Isso, é claro, se for aplicado um protocolo que respeite medidas preventivas", afirmou.

"Fomos o primeiro clube a interromper a atividade do time, por respeito também ao nosso país. O treinamento não é um ato lúdico, mas um exercício de trabalho. Há muitos trabalhadores que retomaram a atividade, os atletas poderiam fazer o mesmo. As condições melhorarão ainda mais”, completou.