<
>

Bayern: Mesmo sem Robben e Ribery, time tem melhor ataque das grandes ligas; 'velhinhos' fazem a diferença

play
Garoto do Bayern dá sensacional aula de zumba com bola de futebol para você seguir ativo mesmo de casa (5:46)

Atividade comandada por Alphonso Davies é um ótimo exercício para a quarentena (5:46)

Muito se duvidou do poder de ataque do Bayern de Munique no começo dessa temporada. Afinal, ícones do clube, Robben e Ribery deixaram a equipe após serem referências por muito tempo e ganharem muitos títulos.

Até o momento, contudo, o Bayern é o melhor ataque das cinco grandes ligas.

Foram 73 gols em 25 jogos, média de 2,92 gols por jogo. O PSG tem 75 bolas nas redes, mas disputou 27 partidas, o que dá uma média de 2,77 gols por partida.

Os maiores responsáveis pelo grande momento ofensivo do time alemão são velhos conhecidos da torcida. Lewandoswki, atacante de 31 anos que está desde 2014 no clube, tem 25 gols em 23 jogos, sendo artilheiro do clube e do Campeonato Alemão.

Nas assistências, “o cara” é Thomas Muller, com 16 passes para gol. O astro alemão de 30 anos não sabe o que é vestir outra camisa sem ser a do Bayern, mas viveu em baixa nas últimas temporadas. Retomou a ganhar minutos com o técnico Hans Flick, que assumiu o time após a demissão de Niko Kovac.

Contratados para essa temporada, Cuisance, Perisic e Philippe Coutinho não conseguiram ainda substituir Robben e Ribery, ficando boa parte dos jogos no banco de reservas. Os melhores números são de Coutinho, que marcou oito gols e deu seis assistências em 22 jogos. Mesmo assim, o Bayern já avisou que não pretende comprar o jogador, emprestado pelo Barcelona.