<
>

Rodriguinho diz que foi pego de surpresa com situação financeira do Cruzeiro

No início de 2019, o Cruzeiro acertou a compra de Rodriguinho junto ao Pyramids, do Egito, por aproximadamente R$ 22 milhões. O ex-jogador do Corinthians chegou como contratação de peso e com um dos salários mais elevados do elenco. No segundo semestre da temporada, porém, o clube mergulhou em crise, deixou de pagar os atletas e acabou rebaixado à Série B no Campeonato Brasileiro.

Em entrevista Rodriguinho explicou que imaginava a situação da Raposa totalmente diferente quando decidiu defender o clube.

"Pegou (de surpresa), sim. Não tinha como imaginar. Eu tinha acabado de chegar, o que me falavam era sempre ao contrário de tudo isso, que era tudo muito certo, que pagava em dia", relembrou o meia.

"Eu vim com essa imagem, foi o que me passaram, inclusive jogadores que estavam dentro. Cheguei muito motivado, depois veio essa bomba, coisas que ninguém imaginava que estavam acontecendo. Isso trouxe uma maré de coisas ruins", revelou.

Nos nove primeiros jogos pelo Cruzeiro, Rodriguinho marcou oito gols. O início promissor foi interrompido em maio, quando o jogador foi diagnosticado com um problema sério na lombar e precisou fazer uma cirurgia.

No fim de 2019, de novo o meia-atacante teve de ser submetido a uma operação. Assim, deixou Minas Gerais e acertou com o Bahia para a temporada 2020, agora sim pronto para jogar.

"2019 começou de uma forma muito boa, comecei fazendo gols. Depois vieram essas lesões. Primeira lesão grave que eu tenho, foi muito complicado, nunca tinha ficado tanto tempo sem jogar, mas, felizmente, deu tudo certo. Esse ano, voltei sem sentir dores, trabalhando bem, forte", afirmou.

“Pena que algumas turbulências atrapalham. Cruzeiro com problema de acertar (as contas), no Bahia eu fiz meu segundo jogo, primeiro como titular, mas depois desse não teve mais nenhum, então, não consegui engrenar uma sequência. Eu já estava me sentindo bem, sem dores”, disse.

Enga-se quem pensa que a paralisação do futebol devido a Covid-19 poderia ser útil para Rodriguinho por causa das lesões. “Acabou sendo ruim, porque eu já estou recuperado e agora que eu voltaria para pegar ritmo de jogo, com partidas mais intensas. Mas, paciência", concluiu.