<
>

No Vasco, Moreira explica opção por dupla Ramon e Lopes no futebol

play
Fellipe Bastos aprova Ramon Menezes como técnico: 'O Vasco precisa de caras com a mentalidade dele' (2:01)

'É um cara muito inteligente e que estuda muito', elogiou o volante do clube carioca (2:01)

Vice-presidente de Futebol do Vasco da Gama, José Luiz Moreira explica opção por dupla Ramon e Lopes. Os dois foram escolhidos nesta segunda-feira para comandar o dia a dia da equipe de São Januário. A solução ‘caseira’ foi a melhor encontrada pela diretoria para mudar os rumos da equipe em 2020. Ramon chega para substituir Abel Braga, que deixou o cargo há duas semanas.

Ramon foi ídolo do clube nos anos 90 e fez parte do grupo campeão da Copa Libertadores em 1998. Encerrou a carreira de jogador em 2013 e no mesmo ano estreou como auxiliar no Joinville (SC). Como treinador, trabalhou na equipe catarinense em 2016, no Anápolis (GO) e no Tombense (MG).

No ano passado, Ramon passou a fazer parte da comissão técnica permanente do Vasco como auxiliar. Tem 47 anos e é mineiro de Contagem.

Para dar suporte a Ramon Menezes, o Vasco trouxe de volta um velho conhecido. O ex-treinador Antônio Lopes, com diversas passagens por São Januário, está de volta.

Lopes e Ramon terão a missão de recuperar o Vasco na temporada. Com Abel, a equipe foi muito criticada nos primeiros meses do ano. Sem padrão de jogo e com um pífio desempenho ofensivo, a equipe tem fracassado no Campeonato Carioca.

Na Copa do Brasil está em desvantagem no duelo contra o Goiás por uma vaga na quarta fase. E, na Copa Sul-Americana, sofreu para avançar para a segunda fase, diante do fraco Oriente Petrolero, da Bolívia.

Com a decisão dos clubes da Série A de conceder 20 dias de férias aos jogadores a partir de 1º de abril, o novo treinador não iniciará seu trabalho antes do dia 21.