<
>

Com brasileiro, jornal lista dez promessas que podem ter negociações milionárias brecadas pelo coronavírus

A paralisação de boa parte do futebol europeu por causa do coronavírus alterou calendários, competições e até orçamentos, mas pode também influenciar o futuro de jovens jogadores que despontaram esta temporada e eram observados de perto por gigantes do continente.

O diário Marca listou 10 atletas que se enquadram nesta categoria. Seja pela crise econômica gerada nos clubes ou pela incerteza sobre o futuro do calendário, estes jogadores podem ter negociações milionárias freadas pelo coronavírus.

Entre eles, um brasileiro. O atacante Gabriel Martinelli surpreendeu o mundo ao despontar logo em sua primeira temporada no Arsenal, após sair do pequeno Ituano, e, aos 18 anos, vinha valorizando semana após semana.

O principal caso, porém, é do norueguês Erling Haaland. Aos 19 anos, o atacante chegou ao Borussia Dortmund vindo do RB Salzburg no início do ano, teve início de trajetória arrebatador e estaria na mira do Real Madrid já para a próxima temporada.

Companheiro de Haaland no Dortmund, Jadon Sancho é outro jovem que tem brilhado nos gramados da Alemanha. Aos 20 anos, acumulava 17 gols e 19 assistências nesta temporada, números que despertaram o interesse do Chelsea em seu futebol.

Outro nome bastante conhecido é o de Lautaro Martínez. O atacante de 22 anos tem sido um dos destaques da boa temporada da Inter de Milão e estava na mira do Barcelona. Resta saber se esta longa paralisação mudará o interesse do clube catalão.

A lista do Marca tem ainda os meio-campistas Havertz, do Bayer Leverkusen, Nkunku, do RB Leipzig, e Camavinga, do Rennes, além de Trincão, do Braga, e Kulusevski, do Parma, que já estariam negociados com Barcelona e Juventus, respectivamente.