<
>

Treze brasileiros lembrados: de Ibra a Mbappé e de Ronaldo a Marcelo, veja seleções que astros do futebol já escalaram

play
Roberto Carlos explica por que Figo é o jogador mais difícil que já marcou e agradece Florentino Pérez (0:23)

Em 2000, presidente do Real Madrid tirou o astro do Barcelona e o colocou ao lado do lateral brasileiro e outras estrelas (0:23)

De Ibrahimovic a Mbappé, Carlo Ancelotti a José Mourinho, o diário Marca reuniu neste sábado seleções escaladas por astros do futebol. De time de todos os tempos a equipes formadas apenas por ex-colegas, estes grandes nomes do esporte montaram suas equipes e citaram 13 brasileiros no total.

Foram 16 destaques do futebol mundial que elegeram suas seleções: Mbappé, Ronaldo, Cantona, Raúl, Di María, Yaya Touré e Piqué votaram em seus 11 ideais; Marcelo, David Villa, José Mourinho, Ibrahimovic, Robben e Carlo Ancelotti, os 11 com quem trabalharam; Puyol, os 11 rivais; Casillas, os 11 ideais da Champions League; e John Terry, os 11 da Premier League.

Curiosamente, os brasileiros mais vezes citados estão nas laterais das equipes: Roberto Carlos, cinco vezes, e Cafu, quatro. Os outros jogadores do país lembrados foram: Neymar, Ronaldinho, Ronaldo, Pelé, Júnior, Thiago Silva, Daniel Alves, Júlio César, Casemiro, Maxwell e Kaká.

O jornal espanhol ainda pediu que os leitores votassem naquela que considerassem a melhor equipe. E até a tarde deste sábado, a de Mbappé vencia a enquete, seguida pela de Ronaldo e a de Cantona.

Confira as seleções votadas pelos astros do futebol:

Mbappé: Buffon; Cafu, Sergio Ramos, Maldini e Roberto Carlos; Zidane, Ronaldinho, Neymar e Messi; Cristiano Ronaldo e Ronaldo.

Ronaldo: Iribar; Cafu, Beckenbauer e Maldini; Xavi, Zidane, Cruyff e Maradona; Messi, Pelé e Di Stéfano.

Cantona: Higuita; Júnior, Beckenbauer e Maldini; Xavi, Zidane, Cruyff e Maradona; Di Stéfano, Messi e Pelé.

Raúl: Neuer; Cafu, Hierro, Maldini e Roberto Carlos; Redondo, Figo, Zidane e Giggs; Messi e Cristiano Ronaldo.

Di María: Casillas; Zanetti, Sergio Ramos, Ayala e Roberto Carlos; Mascherano, Redondo e Pirlo; Cristiano Ronaldo, Messi e Ronaldo.

David Villa: Reina; Juanfran, Godín, Puyol e Jordi Alba; Busquets, Xavi, Koke, Iniesta e David Silva; Messi.

Ibrahimovic: Buffon; Thuram, Thiago Silva, Nesta e Maxwell; Xavi, Vieira, Nedved, Ronaldinho e Messi; Ibrahimovic.

Touré: Casillas; Daniel Alves, Piqué, Sergio Ramos e Hummels; Xavi, Schweinsteiger, Iniesta e James Rodríguez; Cristiano Ronaldo e Messi.

Puyol: Buffon; Zanetti, Nesta, Maldini e Roberto Carlos; Pirlo, Seedorf, Zidane e Robben; Agüero e Drogba.

Piqué: De Gea; Sergio Ramos, Piqué e Stones; Busquets, Fabregas, Iniesta e Pogba; Neymar, Suárez e Messi.

Marcelo: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, Sergio Ramos e Roberto Carlos; Casemiro, Modric, Özil e Zidane; Neymar e Cristiano Ronaldo.

José Mourinho: Cech; Zanetti, John Terry, Ricardo Carvalho e Gallas; Makelele, Lampard, Özil e Hazard; Cristiano Ronaldo e Drogba.

Carlo Ancelotti: Buffon; Cafu, Thiago Silva, John Terry e Maldini; Pirlo, Lampard, Zidane e Kaká; Shevchenko e Ibrahimovic.

Casillas: Buffon; Matthias Sammer; Baresi e Maldini; Matthaus, Scholes, Nedved, Giggs e Gullit; Van Basten (não elegeu o 11º jogador).

John Terry: De Gea; Gary Neville, Ferdinand, Carragher e Evra; Scholes, Gerrard, Giggs e Rooney; Cristiano Ronaldo e Henry.

Robben: Neuer; Lahm, Sergio Ramos, John Terry e Alaba; Van Bommel, Lampard, Sneijder e Ribery; Thomas Müller e Van Nistelrooy.