<
>

Corinthians gasta igual ao Flamengo, e Inter supera Grêmio, São Paulo e Atlético-MG: o ranking das folhas de pagamento da Série A na CLT

O Corinthians é o clube que mais gasta com a folha de pagamento nas carteiras de trabalho dos profissionais CLT (Consolidação das Leis de Trabalho) ao lado do Flamengo, embora os resultados em campo não demonstrem qualquer semelhança entre os clubes.

O custo mensal corintiano corresponde a R$ 8,8 milhões, assim como o do Flamengo.

As informações são do jornalista da ESPN Brasil Mauro Cezar Pereira em seu blog no portal UOL, que teve acesso com exclusividade ao levantamento feito pelo BR Contracts.

A lista publicada no blog do jornalista considera os custos mensais dos 20 integrantes da primeira divisão, sendo que o direito de imagem pode ser até 40% em cima da remuneração.

“Isso significa que se um jogador que ganha R$ 10 mil pode embolsar cerca de R$ 4.000 por mês dessa maneira e R$ 6.000 como salários "na carteira" de trabalho”, escreveu.

Vale lembrar que no ano passado o time rubro-negro foi campeão estadual, brasileiro e da Libertadores, além de vice do Mundial. Neste ano, já venceu a Recopa Sul-Americana e o primeiro turno do Campeonato Carioca, competição que atuou em muitos jogos com reservas e garotos.

Já os corintianos ganharam apenas o estadual no ano passado e conviveram com atrasos salariais ao longo da temporada. Neste ano, já foi eliminado da Copa Libertadores, tendo caído na segunda fase preliminar, e estava ameaçado de ser eliminado ainda na fase classificatória do Paulistão.

O Palmeiras é o terceiro do ranking, com gasto mensal de R$ 8,2 milhões.

É curioso notar que o Internacional tem gasto superior a Grêmio, São Paulo e Atlético-MG. A folha de pagamento colorada corresponde a R$ 6,3 milhões mensais.

São Paulo e Atlético-MG gastam por mês R$ 5,1 milhões cada um, enquanto o Grêmio gasta R$ 4,3 milhões, menos até do que o Santos (R$ 4,8 milhões).

Veja a lista da folha de pagamento CLT

1) Corinthians, R$ 8,8 milhões

Flamengo, R$ 8,8 milhões

3) Palmeiras, R$ 8,2 milhões

4) Internacional, R$ 6,3 milhões

5) Atlético-MG, R$ 5,1 milhões

São Paulo, R$ 5,1 milhões

7) Santos, R$ 4,8 milhões

8) Grêmio, R$ 4,3 milhões

9) Bahia, R$ 3,6 milhões

10) Fluminense, R$ 3,5 milhões

11) Vasco, R$ 2,9 milhões

12) Athletico-PR, R$ 2,5 milhões

13) Goiás, R$ 2,2 milhões

14) Botafogo, R$ 2,1 milhões

Coritiba, R$ 2,1 milhões

16) Fortaleza, R$ 1,8 milhão

Ceará, R$ 1,8 milhão

18) Red Bull Bragantino, R$ 1,7 milhão

19) Sport, R$ 1,4 milhão

20) Atlético-GO, R$ 800 mil