<
>

Fifa entra na discussão e propõe corte de 50% no salário dos jogadores durante paralisação

Desde o último dia 18, a Fifa criou um grupo de trabalho para definir os próximos passos no futebol mundial com a pandemia do coronavírus.

Nesta quinta-feira, diversos pontos das discussões do grupo começaram a ser noticiados e o que mais chama atenção foi divulgado pelo jornal espanhol Marca.

Segundo a publicação, a Fifa propôs um corte de 50% dos salários enquanto durar a situação da paralisação por conta da pandemia. Assim que esta for resolvida, os contratos voltam ao que foi acordado dentro da normalidade.

Os clubes também não poderiam rescindir contrato com nenhum jogador ou técnico durante este período e seria criado um fundo econômico com as principais equipes do mundo para ajudar a minizar o impacto financeiro de uma situação sem precedentes.

A Fifa também discute como será a próxima janela de transferências e o que será feito com os contratos que se encerrarão antes da nova data para o final da temporada atual. Para mais detalhes destes tópicos, clique aqui.