<
>

Por coronavírus, Fifa deve apoiar extensão de contrato de jogadores e janela de transferências tardia

Desde o último dia 18, a Fifa criou um grupo de trabalho para definir os próximos passos no futebol mundial com a pandemia do coronavírus.

Nesta quinta-feira, a Reuters e a Sky Sports revelaram duas questões prioritárias debatidas neste momento: jogadores com contrato perto de acabar e a próxima janela de transferências.

Um documento interno da Fifa o qual a agência Reuters teve acesso mostra que o grupo sugere a extensão dos contratos que terminam nos próximos meses para o fim da temporada estendida.

O futebol está parado praticamente no mundo inteiro, e as principais federações da Europa esperam que até o dia 30 de junho os campeonatos nacionais e os torneios continentais estejam finalizados.

Já a Sky Sports explica que a próxima janela de transferências deve ser aberta após o fim desta temporada estendida. A Inglaterra, por exemplo, abriria o mercado em 10 de junho.

Até agora, nenhuma data para retomada do futebol foi anunciada, então a temporada 2020-21 também deve sofrer com adiamento – e o mercado de jogadores ficará para mais tarde.

"Este grupo de trabalho avaliará a necessidade de emendas ou dispensas temporárias do regulamento da Fifa sobre status e transferência de jogadores para proteger contratos para jogadores e clubes e ajustar os períodos de registro de jogadores”, explicou a entidade máxima do futebol às duas mídias.

"Este trabalho já começou e será realizado em consulta com todas as principais partes interessadas, incluindo confederações, associações membros, clubes, ligas e jogadores", terminou.