<
>

Lucas Moura elogia Diniz e mostra vontade de voltar ao São Paulo: 'Pode ser daqui cinco anos ou um'

play
Verón convida Daniel Alves para jogar no Estudiantes; e aí, ele sai do São Paulo? (0:20)

Nas redes sociais, ex-jogador argentino falou sobre a situação contratual do brasileiro (0:20)

Em uma live no Instagram, o atacante Lucas Moura, atualmente no Tottenham, falou sobre o São Paulo, clube em que foi revelado. O ponta elogiou o atual comandante tricolor, Fernando Diniz, e projetou uma volta à equipe do Morumbi.

"Sou muito fã do trabalho do Diniz, um grande admirador e torcedor. Confio bastante. Tive a oportunidade de conhecê-lo quando ele estava no Oeste, bati um papo muito bacana. É um cara muito inteligente, que pensa de maneira diferente. Torço bastante por ser um cara que preza pelo jogo bonito e por eu ser são-paulino. O time já estava muito bem nessa temporada e vai crescer ainda mais", comentou.

Quando perguntado sobre um possível retorno ao São Paulo, Lucas lembrou que seu plano inicial era de passar 10 anos na Europa - já se vão sete -, mas o atacante de 27 anos não descarta mudar esses planos para um possível retorno.

"Eu tenho, sim, o São Paulo na minha cabeça, nos meus planos. Quando cheguei na Europa, eu tinha uma meta de ficar aqui por pelo menos dez anos. Já passaram sete, teoricamente faltam mais três, mas a gente nunca sabe o dia de amanhã. Tenho contrato até 2023 com opção de renovar por mais um ano, mas sinto muita vontade de um dia voltar para o São Paulo, vestir aquela camisa novamente, é o clube que eu amo, a quem eu devo muito, estou sempre acompanhando. Difícil falar. Pode ser daqui três, cinco anos ou pode ser daqui um ano. Futebol é muito dinâmico e é difícil cravar uma data", comentou.

Lucas finalizou falando que não sabe se seria capaz de vestir outra camisa no Brasil. "Não sei se iria conseguir, não. Minha cabeça, no Brasil, é totalmente voltada para o São Paulo. É o clube que me formou, onde fiz grandes amigos, onde passei quatro anos na base e um período fantástico da minha vida. Jogar no Morumbi lotado, conquistar um título da maneira que aconteceu, ver a torcida subindo uma bandeira minha. É um amor muito grande que eu sinto, difícil vestir outra camisa no Brasil".

No São Paulo, Lucas ficou entre 2010 e 2012, vestiu a camisa tricolor em 128 oportunidades, balançou as redes 33 vezes e venceu o título da Copa Sul-Americana de 2012.