<
>

Veja quais clubes e jogadores vão ter, na paralisação, maior prazo para tratar lesões

Não há nada de "bom" na parada mundial do futebol devido à pandemia causada pelo coronavírus.

Mas há clubes e jogadores que, circunstancialmente, terão o tempo de paralisação como um adicional para finalização dos tratamentos médicos e fisioterápicos, visando a retomada da temporada.

Os espanhóis terão muita gente de volta. Os brasileiros e ingleses, nem tanto.

Veja abaixo uma compilação dos principais casos envolvendo clubes brasileiros na Copa Libertadores e os classificados para as oitavas da Champions League que não jogariam os compromisso mais próximos se as datas tivessem se mantido.

Casos como o de Dembele, do Barcelona, cuja data de volta prevista já era para muitos meses no futuro, não estão listados, pois a parada mundial não altera o curso da recuperação.

Palmeiras:

Luan Silva: O camisa 9 do Palmeiras se lesionou em 7 de março (coxa esquerda, lesão muscular), em sua estreia pelo clube. Tem retorno previsto para o início de abril.

Athletico Paranaense

Santos: O goleiro do Athletico-PR lesionou o menisco do joelho direito em 16 de fevereiro, contra o Flamengo, pela Supercopa do Brasil. Sua volta era prevista para seis semanas - ou seja, início de abril.

Barcelona:

Arthur: Trata lesão no joelho direito. Poderia até jogar contra o Napoli na Champions, mas com infiltração. Poderá se recuperar melhor.

Sergi Roberto: A previsão de três a quatro semanas o deixaria como dúvida para enfrentar o Napoli nesta quarta-feira (18).

Suárez: Seu prognóstico era estar apto para o início de abril. Perderia o confronto decisivo pela Champions.

Real Madrid:

Marcelo: Lesão na coxa esquerda confirmada pelo clube no último dia 10, que não revelou tempo previsto de recuperação. Mas a estimativa era que não enfrentasse o Manchester City pela Champions League nesta semana.

Courtois: O goleiro do Real Madrid também teve sua lesão na coxa esquerda confirmada no dia 10 de março e não teria condição de jogo para a partida decisiva da Champions.

Asensio: Estaria perto do retorno nesta semana, depois de longa recuperação por ruptura de ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Havia retomado trabalho com bola. Terá mais tempo para se fortalecer.

Hazard: Teve o agravamento de uma fissura na fíbula da perna direita, próxima ao tornozelo, em 23 de fevereiro. Com retorno previsto em dois meses, pode ter condição de jogar contra o Manchester City

Liverpool:

Alisson: O goleiro do Liverpool teve uma lesão no quadril e não enfrentou o Atlético de Madrid na Champions. Poderá voltar para levantaro troféu na Premier League.

Manchester City:

Sterling: O atacante ficou duas semanas parados e retornaria justamente na semana atual para tentar jogar na Champions contra o Real.

Chelsea:

Kanté: Com volta prevista para 4 de abril de uma lesão muscular na coxa direita, o volante do Chelsea estará apto para enfrentar o Bayern de Munique pela Champions. Se a data tivesse sido mantida, não conseguiria.

Kovacic: Machucou o tendão de aquiles contra o Liverpool, no último dia 3. Não tinha data prevista para voltar, mas estará melhor na data remarcada.

Bayern:

Lewandowski: Estava previsto para retornar em 23 de março. Não enfrentaria o Chelsea.