<
>

Uefa e clubes se comprometem a encerrar temporada até 30 de junho

play
André Linares atualiza situação da Espanha e LaLiga em meio ao coronavírus: 'A vida já mudou completamente' (2:09)

Repórter dos canais ESPN falou sobre a pandemia na manhã desta segunda-feira (2:09)

Nesta terça-feira a Uefa realizou uma reunião de emergência via videoconferência com os representantes da Associação Européia de Clubes, as Ligas Européias e com o braço europeu do FIFPro, representante mundial dos atletas, para definir as diretrizes em relação à pandemia de coronavírus.

Em nota oficial divulgada após a reunião, a Uefa informou que as partes chegaram a um acordo que inclui o adiamento da Eurocopa, marcada para 2020, até o ano que vem e também da Nations League, marcada para 2021 e com nova data ainda a ser divulgada.

Além das questões de torneios internacionais, a reunião também definiu o futuro das competições nacionais e continentais de clubes. Segundo a nota, "um comprometimento para completar todas as competições domésticas e européias até o fim da atual temporada esportiva, ou seja, no máximo 30 de junho, caso a situação melhore e jogar seja prudente e apropriado o suficiente" foi firmado na reunião.

Para isso, é possível que a Uefa deixe de lado a regra de exclusividade de suas competições continentais em datas que elas forem realizadas. Ou seja, poderemos ter partidas de ligas nacionais realizadas simultaneamente a partidas de Champions League e Liga Europa. Além disso, a entidade também poderia alterar o calendário das competições continentais de 2020/2021 e adiar as fases pré fase de grupos caso a temporada atual se encerre apenas em 30 de junho.